COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

07 de Fevereiro, 2020 - 10:10 ( Brasília )

EB - Missão percorrerá mais de 7.000 km para suprir estoques

estoques de órgãos provedores de três regiões do país

Em janeiro de 2020, o Estabelecimento Central de Transportes (ECT) iniciou o deslocamento de várias classes de suprimentos. Nesse ano, o Eixo Amazônico é a primeira missão do Plano Geral de Transportes (PGT) do Comando Logístico (COLOG) e é supervisionado pelo Centro de Coordenação de Operações Logísticas (C C Op Log) e pela Base de Apoio Logístico do Exército (Ba Ap Log Ex).

A atividade logística tem o objetivo de recompor o estoque dos órgãos provedores das 2ª, 9ª e 12ª Regiões Militares (RM), mantendo a sustentabilidade do emprego das tropas do Exército Brasileiro nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Amazônica do país, respectivamente.

A missão conta com uma multimodalidade no transporte na cidade de Porto Velho, onde há um transbordo (terrestre - fluvial) de contêineres entre o ECT e o Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA), evidenciando a capacidade do Exército em operações logísticas complexas. O eixo dura cerca de 25 dias, com 7,318 km percorridos no itinerário Rio de Janeiro (RJ) - Porto Velho (RO) - Rio de Janeiro (RJ).

Por ocasião do "briefing" do Comandante da Ba Ap Log Ex, foram ressaltados a importância da imagem da Força Terrestre durante os deslocamentos e os princípios básicos da função logística transporte, como segurança, unidade de comando, continuidade, economia de meios, objetividade e responsabilidade coletiva.

Fonte: ECT

VEJA MAIS