COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

30 de Agosto, 2018 - 09:50 ( Brasília )

CIGS recebe oficiais do Curso Internacional de Estudos Estratégicos


No dia 23 de agosto, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), Centro Coronel Jorge Teixeira, recebeu a visita do Curso Internacional de Estudos Estratégicos (CIEE), conduzido pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

O CIEE, que encontra-se em sua 5ª edição, é composta por 14 oficiais, sendo quatro brasileiros e 10 militares oriundos das Nações Amigas da África do Sul, de Moçambique, do Paquistão, da Índia, da Guatemala, do México, da Arábia Saudita, da Nigéria, do Egito e da Tailândia.

A viagem da comitiva do CIEE, que teve a duração de uma semana, foi iniciada no centro do poder político nacional, Brasília, onde os oficiais-alunos analisaram, não só os aspectos políticos, mas também os militares, com atenção voltada para a estruturação das Forças Armadas, particularmente do Exército Brasileiro, finalizou com o deslocamento para a Amazônia, região estratégica com particularidades nos aspectos regionais, dificuldades logísticas e  riquezas naturais e, por ser muito cobiçada, necessita de constante atuação dos órgãos do governo, onde se inclui o Exército, que atua, principalmente, nas faixas de fronteira, em defesa do território, tendo o CIGS como formador dos especialista a atuarem nessa região, para muitos inóspita, mas que torna-se aliada do militar incumbido de defende-la e que a conhece como lar e ambiente de trabalho.

 

Por ocasião da visita ao CIGS, a comitiva do CIEE foi recepcionada pelo Coronel Nilton de Figueiredo Lampert, Cmt do Centro, que conduziu uma palestra institucional, apresentando a missão e as principais atividades desenvolvidas pela Unidade. Na sequência, os oficiais-alunos visitaram o Zoológico, onde conheceram um pouco da fauna e flora da região amazônica e, ato seguido, tiveram a instrução de Alimentos de Origem Vegetal, quando puderam conhecer e degustar os vegetais típicos da região que podem servir de alimento em situações diversas.

De acordo com Coordenador do Curso, Coronel José Fernando Chagas Madeira, “esta visita permite aos oficiais-alunos estreitar relacionamentos e trocar experiências entre as Forças Armadas, particularmente com um olhar político e estratégico, pois nesse cenário se estuda os diferentes campos do Poder: política, economia, social, militar, cultural, ciência e tecnologia”.

 


Fotos: CIGS /  EB

VEJA MAIS