COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

03 de Agosto, 2018 - 10:25 ( Brasília )

Um belo exemplo: soldado da Amazônia brasileira domina a selva e é destaque em exercício na Guiana Francesa


Durante o estágio realizado, na Guiana Francesa, no Centro de Adestramento em Floresta Equatorial, no período de 16 a 26 de julho, por um pelotão do Comando de Fronteira Amapá/34º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron AP/34º BIS), o Soldado Arilson, da etnia Karipuna, engajado na Companhia Especial de Fronteira, de Clevelândia do Norte, mostrou capacidades e obteve resultados que surpreenderam a equipe de instrutores daquele centro.

O Sd Arilson, durante o exercício de sobrevivência, com sua expertise natural, alimentou todo o pelotão, obtendo alimentos em diversidade e quantidade relevantes.

 
 



Na atividade de orientação, lá estava o Sd Arilson como “homem-ponto”, navegando, na verdade, como guia da fração em meio à floresta da Guiana, contribuindo para a conclusão das pistas e deslocamentos em tempo muito curto.

Nas pistas de progressão, do alto dos seus 1,60 metros, com suas habilidades, obteve excelentes índices, superando obstáculos feitos para soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Em suma, o comentário da equipe de instrução francesa foi “se um Batalhão tiver 10 soldados como ele, dificilmente será abatido na selva”. Com efeito, os Batalhões de Infantaria de Selva brasileiros têm inúmeros soldados como o Arilson e esses soldados da Amazônia representam um forte elemento dissuasório para o nosso País.

 

Fotos: Cmdo Fron AP/34º BIS

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Cyberwar

Cyberwar

Última atualização 17 DEZ, 12:00

MAIS LIDAS

TOA