COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

22 de Maio, 2018 - 09:40 ( Brasília )

Operação interagências coíbe crimes e colabora para a melhoria da segurança no extremo noroeste do País


No período de 6 a 12 de maio de 2018, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) realizou a Operação Ágata – Ajuricaba I em sua área de sua responsabilidade, nos estados de Rondônia, Acre e no sul do Amazonas, com o objetivo de coibir delitos transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, além de combate a crimes ambientais e garimpos ilegais, colaborando com a melhoria da segurança no extremo noroeste do País.

As ações abrangeram patrulhas e inspeções nos principais rios, estradas e aeródromos e áreas ambientais, sendo uma operação interagências que envolve diversas Instituições como Polícia Federal e Rodoviária Federal; Agência Brasileira de Inteligência (ABIN); Fundação Nacional do Índio (FUNAI); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA); Secretarias Estaduais de Saúde de Rondônia e Acre; Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio); Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI); e órgãos de segurança pública dos estados de Rondônia, Acre e Amazonas.

 

A 17ª Bda Inf Sl atuou com o efetivo de 901 militares e teve o apoio de 367 integrantes dos órgãos parceiros, empregando 68 viaturas e 11 embarcações, além de três helicópteros, sendo 2 do Exército e 1 da Polícia Militar de RO. Os resultados tangíveis estimados dessa operação estão em R$ 22.150.000,00. Cabe destacar as seguintes ações:

a) Inspeções: 138 inspeções de embarcações, 1.393 vistorias de motos, 1.871 vistorias de veículos leves, 241 vistorias de caminhões, 74 vistorias de ônibus e vans, 201 vistorias de pedestres e bicicletas, duas inspeções de aeródromos, cinco inspeções de aeronaves, uma constatação de pista de pouso clandestina ou não regularizada e 18 madeireiras.

b) Patrulhas: 53 patrulhas terrestres, 19 patrulhas navais e fluviais e 30 patrulhas de reconhecimento aéreo.

c) Apreensões mais significativas: três embarcações, cinco motocicletas, 27 armas, 7.350 munições, 26.500 m³ de madeira, maquinários e ferramentas diversos, pequenas quantidades de drogas, combustível, carne e valores em espécie.

d) Prisões: três Autos de Prisão em Flagrante Delito.

e) Fiscalização de Produtos Controlados: três fiscalizações em pedreiras, três fiscalizações de pessoas jurídicas, uma fiscalização de pessoa física, com uma empresa autuada.

f) Infrações: 22 autos de infração de trânsito e três multas ambientais.

 

Apoio Social

A Operação Ágata – Ajuricaba I teve, também, uma vertente social de apoio humanitário, e se estendeu pelas comunidades adjacentes aos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) e comunidades onde se desenvolveram as atividades operacionais.

Nessas Ações Cívico-Sociais (ACISO), foram realizados 1.184 atendimentos médicos, 751 atendimentos odontológicos, 18 atendimentos psicopedagógicos, 136 procedimentos diversos de prevenção de saúde, 452 cirurgias, 61 exames, 338 distribuições de medicamentos e 22 vacinações.



Fotos:
17ª Bda Inf Sl / EB


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Africa

Africa

Última atualização 13 DEZ, 19:15

MAIS LIDAS

TOA