COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

18 de Maio, 2017 - 11:30 ( Brasília )

61º BIS intensifica a presença na faixa de fronteira


O 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS) deu início, na manhã de 8 de maio de 2017, à Operação Braço Forte, no munícipio de Marechal Thaumaturgo, na região de fronteira com o Peru, com o objetivo de combater ilícitos transfronteiriços e ambientais.

O Batalhão é empregado na área urbana do município e seu entorno, com ações na região da Comunidade Indígena dos Ashaninkas e Apolina Arara, nas calhas dos rios Amônia e Juruá, na Foz do Breu e na linha de fronteira com o país vizinho.



Em outros locais da área de atuação e de forma simultânea, tropas do 61º BIS estão operando nas regiões dos Rios Azul e Môa, nas proximidades do Parque Nacional da Serra do Divisor e no entorno da área urbana de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, no Estado do Acre.

A operação interagência está mobilizando cerca de 200 militares e agentes da Polícia Federal. As ações da tropa caracterizam-se por atividades de patrulhamento terrestre e fluvial, controle de vias terrestres e fluviais, com a revista de embarcações, viaturas e pessoas, ações de reconhecimento de fronteira e ação cívico-social (ACISO), com atendimentos médicos e odontológicos às comunidades carentes.

As atividades inserem-se no contexto da intensificação da presença da Força Terrestre na faixa de fronteira, sob a coordenação do Comando Militar da Amazônia, sediado em Manaus (AM), e a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, sediada em Porto Velho (RO).


VEJA MAIS