COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

13 de Maio, 2017 - 11:30 ( Brasília )

Exército e PF fazem operação contra tráfico e crimes ambientais na fronteira do Acre com o Peru

Além de ações de combate ao crime, grupo leva atendimentos médicos e odontológicos para ribeirinhos; ação ocorre em comunidades fronteiriças do Vale do Juruá.

Adelcimar Carvalho


Um grupo de aproximadamente 160 militares e agentes da Polícia Federal fazem uma operação para combater crimes e levar atendimento aos ribeirinhos que vivem na fronteira do Acre com o Peru. A operação, chamada de "Braço Forte", iniciou na última segunda-feira (8).

As ações ocorrem na área urbana do município de Marechal Thaumaturgo e seu entorno, incluindo a região das comunidades indígenas dos Ashaninkas e Apolina Arara; as calhas dos rios Amônia e Juruá; a Foz do Breu; e na linha de fronteira com o Peru.

Nos primeiros dias da operação foram apreendidas armas, munições, drogas e cigarros contrabandeados. A quantidade não foi divulgada. Tropas do 61º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) estão operando também nas regiões dos rios Azul e Môa, nas proximidades do Parque Nacional da Serra do Divisor e no entorno da área urbana de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.



“As ações da tropa se caracterizam pelas atividades de controle de vias terrestres e fluviais, com a revista de embarcações, viaturas e pessoas. Já fizemos a apreensão de armas, munições e cigarros contrabandeados e em Cruzeiro do Sul, duas pessoas foram encaminhadas para a delegacia por porte de droga", afirma o Comandante do 61º BIS, tenente-coronel Fábio El-Amme.

A operação ocorre por tempo indeterminado e durante a realização da mesma, são desenvolvidas também ações de reconhecimento de fronteira e Ação Cívico Social (ACISO), com atendimentos médicos e odontológicos às comunidades carentes na fronteira, além de encontros e reuniões com lideranças indígenas, políticas e sociais das comunidades visitadas.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


PCC - Gangues

PCC - Gangues

Última atualização 17 DEZ, 20:52

MAIS LIDAS

TOA