COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

01 de Agosto, 2016 - 10:00 ( Brasília )

Programa Amazônia Conectada completa um ano com um Workshop em Brasília


O Programa Amazônia Conectada acaba de completar um ano, uma vez que a publicação da Portaria Interministerial nº 586, de 22 de julho de 2015, deu início a uma nova era do conhecimento no interior da Amazônia. Então, para comemorar essa data, foi realizado o III Workshop Amazônia Conectada, no auditório do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, na cidade de Brasília (DF).

Durante o evento, uma videoconferência entre a Universidade Estadual do Amazonas (Campus Tefé) e o Secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Professor Paulo Barone, demonstrou a possibilidade de construção de pontes de conhecimento entre o Centro do Brasil e regiões distantes ao Norte do País e mostrou que essa etapa do Programa foi um sucesso.

A abertura do Workshop foi realizada pelo Chefe do DCT, General de Exército Juarez Aparecido de Paula, e o evento contou, ainda, com a participação do Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Francisco Carlos Modesto, de oficiais-generais de Brasília de diversas autoridades civis e de convidados.

O Programa Amazônia Conectada

O Programa é uma iniciativa que envolve o Exército Brasileiro, que responde pelo Ministério da Defesa, e outros Ministérios, dentre eles o da Educação e o das Comunicações, e utiliza cabos subfluviais para levar a internet em banda larga para áreas de difícil acesso na Amazônia. Estão entre os seus benefícios, a introdução de uma infraestrutura de telecomunicações que irá acelerar o desenvolvimento regional e contribuirá com os sistemas de Defesa Nacional e de Segurança Pública. Além disso, poderá ser estabelecida uma base sólida para o desenvolvimento de redes de pesquisa e educação na Região Norte e poderá contribuir com o desenvolvimento tecnológico e industrial do Brasil.

O trecho Coari-Tefé já está estabelecido. A ideia é de que, em um futuro próximo, a internet em banda larga chegue a Tabatinga. Serão instalados cerca de oito mil quilômetros de cabos de fibra óptica nos leitos dos rios Negro, Solimões, Madeira, Juruá e Purus, interligando 52 municípios e atendendo a mais de 3,8 milhões de habitantes da região. Essa ação irá interligar Manaus, Capital do Amazonas, com o interior do Estado.

No Exército, o gerente desse programa é o General de Brigada Decílio de Medeiros Sales, Chefe do Centro Integrado de Telemática do Exército (CITEx), órgão de apoio setorial diretamente subordinado ao Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT). O CITEx é o responsável pelo lançamento dos cabos fluviais nos rios da região amazônica.

Saiba mais sobre o programa: www.amazoniaconectada.eb.mil.br