COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

28 de Novembro, 2014 - 10:00 ( Brasília )

EB divulga balanço parcial da Operação Curaretinga, em RO e AC

Cerca de 3200 quilômetros de rios e 1600 de vias foram percorridas. Operação conta com cerca de 750 militares do exército.

Ana Kézia Gomes

 

A 17ª Brigada de Infrantaria de Selva participa da operação "Curaretinga" em toda a extensão de fronteiras dos estados de Rondônia e do Acre. A operação conta com cerca de 750 militares do exército e iniciou no dia 19 de novembro, sem data prevista para encerrar.

O o objetivo é fiscalizar e conter crimes ao longo de aproximadamente 2680 quilômetros de fronteiras de Rondônia e Acre com a Bolívia.

Durante a operação já foram apreendidos 381 toras de madeira extraídas ilegalmente, 44 quilos de maconha, cinco quilos de pasta base de cocaína, cinco armas de fogo e 20 munições e ainda foram realizadas duas prisões em flagrante.

De acordo com o general comandante da 17ª Brigada da Infrantaria de Selva, André Luiz Novaes, a operação é realizada periodicamente pelo Exército e foca no combate a crimes transnacionais e ambientais. "Além da fiscalização nas fronteiras estamos indo em rios, reservas indígenas e reservas florestais que não íamos no dia a dia.

Estamos tentando melhorar as condições de segurança para a sociedade", explica o general ressaltando que 3200 quilômetros de rios e 1600 de vias terrestres já foram percorridas.

A operação "Curaretinga" também trabalha em ações cívico-sociais (ACiSo) levando atendimento médico, odontológico e hospitalar às populações isoladas nas faixas de fronteira de Rondônia e do Acre. Segundo a 17ª Brigada de Infrantaria de Selva, mais de 80 pessoas já foram atendidas pelos serviços.

A operação recebe apoio da Marinha, Aeronáutica e agentes da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Militar (PM) e de órgãos governamentais.



Outras coberturas especiais


Brasil - EUA

Brasil - EUA

Última atualização 15 DEZ, 10:45

MAIS LIDAS

TOA