COBERTURA ESPECIAL - TOA - Aviação

12 de Abril, 2014 - 10:00 ( Brasília )

FAB - Vídeos mostram avião que teria sido interceptado na Venezuela

FAB divulga nota sobre ocorrência com aeronave brasileira na Venezuela

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou, no início da tarde desta sexta-feira (11/4), nota acerca de ocorrência com aeronave civil brasileira no espaço aéreo venezuelano. Confira, abaixo, a íntegra do texto:

O Comando da Aeronáutica (COMAER) foi informado ontem (10/4), pela Defesa Aérea da Venezuela, de que uma aeronave civil brasileira, modelo Learjet 25, matrícula PT-OHD, teria sido interceptada no espaço aéreo venezuelano, suspeita de envolvimento em atividades ilícitas.

Investigações preliminares feitas pelo COMAER mostram que a aeronave teria decolado do território brasileiro, sem um plano de voo aprovado pelos órgãos de controle. O avião teria ingressado no espaço aéreo venezuelano com o transponder desligado. O transponder é um dispositivo eletrônico que permite a comunicação da aeronave com radares de solo e com o controle de tráfego aéreo.

A identidade da tripulação e de eventuais passageiros da aeronave, assim como as outras circunstâncias do episódio, estão sendo apuradas pelas autoridades brasileiras.

Entenda o caso:

Vídeos mostram avião que teria sido interceptado na Venezuela*

 

Vídeos registrados por aparelhos celulares mostram um avião Learjet 25, de matrícula PT-OHD, decolando do Aeroporto Internacional de Belém. De acordo com informações da Força Aérea Brasileira (FAB), a identificação corresponde à aeronave interceptada nesta quinta-feira (10) no espaço aéreo da Venezuela.

Os vídeos foram amplamente divulgados em aplicativos de troca de mensagens durante esta sexta-feira (11). O G1 tentou contato com a Infraero até a meia noite.

De acordo com a FAB, a aeronave civil brasileira foi interceptada no espaço aéreo venezuelano sob suspeita de "envolvimento em atividades ilícitas". A FAB não informou como o avião brasileiro foi levado ao solo.

O avião decolou do Brasil sem plano de voo aprovado pelos órgãos de controle e ingressou no espaço aéreo venezuelano, de acordo com a FAB, com o transponder desligado - dispositivo que permite a comunicação da aeronave com radares de solo e com o controle de tráfego aéreo.

De acordo com o Ministério da Defesa, ainda não há informações sobre vítimas nem a respeito do tipo de atividade que a aeronave realizava. A Polícia Federal e o Comando da Aeronáutica ainda estão apurando a identidade da tripulação e dos eventuais passageiros da aeronave.

*Com G1