COBERTURA ESPECIAL - Especial Terror - Geopolítica

14 de Novembro, 2014 - 15:40 ( Brasília )

Os 10 grupos terroristas mais ricos do mundo de acordo com a Forbes


Um dos problemas que o mundo enfrenta nos últimos anos é o terrorismo, que, ao contrário do que se esperava, vem crescendo ao invés de perder forças. Com isso, a Forbes fez uma lista dos 10 grupos terroristas mais ricos do mundo. 

O vencedor? Estado Islâmico, a maior ameaça do radicalismo que surgiu nos últimos anos e que hoje não é mais uma estrutura terrorista comum. Estruturado como estado, o ISIS (da sigla de Estado Islâmico no Iraque e Síria, em inglês) cobra impostos dos habitantes locais e lucra vendendo petróleo retirado do território que controla. 

Com US$ 2 bilhões, o grupo poderia ser muito mais rico. Por ser uma instituição não-reconhecida, o ISIS vem vendendo petróleo abaixo do preço do mercado, usualmente por 30% ou 40% do preço cheio. Como o petróleo daquela região não tem altos custos de produção - como o offshore brasileiro -, a manobra acaba compensando. Além disso, o ISIS tem apoio de outros grupos terroristas, como o al-Shabab e Boko Haram, também na lista.  

Aqui na América Latina, destaque para a narco-guerrilha colombiana Farc, em terceiro lugar. A lista inclui algumas controvérsias. Braços armados de Hezbollah e Hamas foram incluídos, embora tenham legitimidade no território em que atuam e sejam reconhecidos por diversos países como partidos políticos. 

O terrorismo islâmico está em alta: dos 10 grupos mais ricos, 8 deles são de fanáticos muçulmanos. Além das Farc, o outro grupo não-islâmico na lista é o IRA, exército revolucionário da Irlanda do Norte. Uma notável ausência na lista é o E.T.A, grupo terrorista basco.

Veja lista:
 

Grupo Território em que atua Patrimônio
Estado Islâmico Síria, Iraque US$ 2 bilhões
Hamas Palestina US$ 1 bilhão
Farc Colômbia US$ 600 milhões
Hezbollah Líbano, com alguma atuação na Síria US$ 500 milhões
Talibã Afeganistão e Paquistão US$ 500 milhões
al-Qaeda Oriente Médio, norte e chifre da África US$ 150 milhões
Lashkar e-Taiba Paquistão e Afeganistão US$ 100 milhões
al-Shabab Chifre da África US$ 70 milhões
IRA Irlanda do Norte US$ 50 milhões
Boko Haram Nigéria US$ 25 milhões

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

US$ 25 milhões