04 de Março, 2013 - 10:52 ( Brasília )

Terrestre

Índia - Produção sob licença de T-90S russos


Gueorgui Vanetsov

A Índia está interessada em continuar a produção sob licença de carros de combate russos T-90S, comunicou Oleg Sienko na recente feira de armas IDEX 2013, diretor-geral da corporação Uralvagonzavod que é o principal parceira do contrato russo-indiano de carro de combates.

Após demonstrar suas demostrações nas provas dinâmicas de Abu Dhabi, o veículo russo T-90S ganhou muitos elogios dos especialistas.

O T-90S tem uma torre modernizada que conta com um novo sistema de controle automático de fogo, um canhão mais preciso de 125 mm e uma metralhadora operada remo. O sistema inovador de defesa dinâmica garante um nível muito mais elevado de proteção contra os mísseis
guiados antitanque e armas de alta precisão, assim como contra as minas e explosivos improvisados (IED). Além disso, o equipamento de observação panorâmica correlacionado com o sistema de controle automático de fogo possibilita detectar, identificar e destruir alvos quando o carro de combate está em movimento ou estacionado, em qualquer hora do dia ou da noite.

Os desempenhos da condução e manobrabilidade do carro de combate T-90S também melhoram significativamente. Aumentou a potência do motor. Em términos de características conjugadas, o T-90S é atualmente o melhor carro de combate do mercado internacional. Segundo afirmou Sienko, "já foram fabricadas várias centenas de carro de combates", montados sob licença russa na fábrica de blindados da cidade de Avadi, estado de Tamil Nadu (Índia).

Hoje em dia, o T-90S é a principal força de ataque do Exército indiano. A Índia está interessada em passar da montagem atual para a localização total da produção, visando posteriormente à modernização de carro de combates produzidos em conjunto. No período entre 2014 e 2019, a Índia poderá comprar adicionalmente cerca de 600 novos kits para adaptar ao T-90S modernizados e começar a produzi-los sob licença.

A Índia aplica um esquema de produção similar em outras empresas, produzindo sob licença russa diversos equipamentos militares. A corporação indiana Hindustan Aeronautics Ltd produz um dos melhores caças do mundo, o Su-30MKI. Junto com a Índia está sendo desenvolvido um promissor jato de quinta geração (FGFA, na sigla em inglês). Durante vários anos, a empresa conjunta russo-indiana BrahMos vem fabricando os mais velozes mísseis de cruzeiro BrahMos.

Hoje, os engenheiros russos estão trabalhando no projeto de um carro de combate de quinta geração, no qual serão aplicadas soluções técnicas e de engenharia conceitualmente inovadoras, salientou o redator-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional), Igor Korotchenko: "Trata-se de um carro de combate com cápsula blindada que garantirá a sobrevivência dos tripulantes em condições de combate. As munições serão colocadas fora da cápsula blindada. O veículo terá uma torre inabitável e um canhão automatizado que poderá disparar e se carregar sem intervenção humana.

O artilheiro, aliás, operador do canhão só terá que indicar o alvo e especificar o tipo de projétil para destruí-lo. Será uma plataforma blindada totalmente automatizada que permitirá cumprir uma ampla gama de missões no curso de ações bélicas. O carro de combate será controlado remotamente. Este desenvolvimento será um primeiro passo no caminho de criação de sistemas de armas totalmente "auto guiáveis", os chamados robôs de combate imaginados por autores de ficção científica do século passado."

Talvez, este carro de combate também seja desenvolvido graças aos esforços compartilhados dos armeiros russos e indianos.