25 de Fevereiro, 2013 - 11:07 ( Brasília )

Terrestre

Exército russo tem novo blindado


Oleg Nekhai

O exército russo recebeu um novo veículo de combate – o BTR-82A. Esse blindado de transporte foi concebido segundo a tecnologia mais avançada: o motor diesel tem um baixo consumo de combustível, o canhão é controlado por um motor elétrico com estabilizador e tem um sistema de pontaria a laser. Segundo os militares, a eficácia de tiro do novo veículo duplicou.

O novo blindado de transporte é uma versão modernizada do BTR-80, que se encontra ao serviço do Ministério da Defesa desde 1986. No BTR-82A, os construtores conceberam de raiz mais de mil elementos. Já há muito tempo que se sentia a necessidade de adotar um novo veículo, refere o observador militar do jornal Komsomolskaya Pravda Viktor Baranets:

"Isso se deve ao fato de o material blindado de todas as marcas que se encontra ao serviço do exército russo estar a envelhecer de uma maneira catastrófica e os ritmos de abate dos blindados serem muitas vezes superiores ao ritmo de entrada ao serviço de novos equipamentos. Porém, nesse aspeto as coisas devem ser comparáveis. Se são abatidos 300-500 veículos, o exército não pode estar à espera que lhes forneçam veículos novos dentro de um ano ou dois.

Direi mais: a nova direção do Ministério da Defesa afinal não tem pressa em comprar veículos blindados estrangeiros, italianos, por exemplo, mas aposta nos fabricantes russos. Neste momento, o exército russo possui armamento que se pode considerar, de pleno direito, o melhor do mundo. O BTR-82A faz precisamente parte desse tipo de equipamentos".

O novo carro blindado, ao contrário dos seus antecessores, pode atingir com precisão um alvo em andamento. Isso se tornou possível graças ao seu moderno sistema de armamento. No BTR-82A, o canhão possui um motor elétrico para fazer pontaria horizontal e vertical, assim como um estabilizador. O alvo é adquirido pelo aparelho de pontaria e o estabilizador faz o seu seguimento, explica Viktor Baranets:

"Quando o blindado segue por terreno acidentado, quando ele oscila lateralmente, o estabilizador faz com que o canhão não se mova por mais que o BTR se incline. Ele também possui um sistema de pontaria do artilheiro com visão diurna e noturna, também ele com um campo de visão estabilizado. Por fim, está dotado de cortina antiestilhaços e ar condicionado".

O veículo está equipado com um canhão de 30 mm armado com uma metralhadora de calibre 7,62. A velocidade de tiro do canhão é de 110 tiros por minuto. O blindado se pode deslocar a uma velocidade até 90 quilômetros por hora. O carro de combate pode atingir não só alvos em áreas planas, mas também destruí-las em encostas de montanha, nos pisos superiores de edifícios e mesmo abater helicópteros a uma distância até 2,5 quilômetros, sublinha Konstantin Sivkov, vice-presidente da Academia de Problemas Geopolíticos:

"Além disso, no BTR-82A pode ser instalado um sistema de mísseis antitanque Kornet que atinge tanques pesados a uma distância de quatro quilômetros, o que aumenta significativamente as capacidades deste transporte blindado no apoio às ações de combate da infantaria. Uma característica distintiva do BTR-82A é a sua proteção consideravelmente reforçada contra o rebentamento de minas terrestres e de bombas".

O novo veículo blindado tem boas perspetivas de exportação. Um dos seus concorrentes principais é o carro de combate universal francês com 22 toneladas de peso e um canhão de 23 mm, mas o blindado russo pesa menos 7 toneladas e tem um canhão mais potente, sendo portanto bastante competitivo no mercado de armamentos dentro do seu segmento. No dia 9 de maio, os novos blindados deverão desfilar na Praça Vermelha integrados na parada comemorativa da Vitória.