07 de Janeiro, 2013 - 10:55 ( Brasília )

Terrestre

Rússia - Novo transporte para infantaria mecanizada


As Forças Armadas da Rússia receberam novo veículo blindado BTR 82, produzido na empresa de veículos Arzamas Building Plant Machine na cidade de Armavir. Antes de ser fornecido às tropas, o carro foi testado num polígono da empresa.

Primeiro, o veículo de 16 toneladas foi submetido a uma prova de água e posteriormente foi ensaiado num terreno acidentado com dezenas de obstáculos. Este veículo blindado de transporte de pessoal é um novo modelo que substituiu o BTR 80. Mesmo um militar experiente não é capaz de distinguir à primeira vista uma diferença entre as duas máquinas, que consiste em pormenores. Por exemplo, o novo BTR é caraterizado por uma segurança elevada, diz o condutor de provas Valeri Buzuev:

“O veículo é revestido seguramente com um material resistente a estilhaços. Anteriormente, em resultado de um impacto de projétil à blindagem se formavam estilhaços que poderiam atingir a tripulação. O novo material do revestimento retém estilhaços e pode ser prejudicado só em resultado de impacto direto”.

Valeri Buzuev testou também modelos antigos de veículo, avaliando em primeiro lugar a comodidade e não a potência de combate. As condições de trabalho de tripulantes são bastante confortáveis na nova máquina que dispõe de aparelho de ar acondicionado. Aos 30 graus positivos num tempo quente a temperatura dentro do veículo pode subir para 50 graus centígrados. Um aparelho de ar acondicionado resolve este problema.

O BTR 82 tem uma estação de rádio contemporânea e um sistema de orientação topográfica que recebe sinais com a ajuda de um satélite. O comandante do veículo dispõe de um aparelho de termovisão que permite descobrir o inimigo à noite a uma distância de até 3 quilómetros. Agora, para abrir fogo contra o inimigo, não é necessário parar: o canhão e a metralhadora têm estabilizadores. É possível atirar com precisão à plena marcha, mesmo se o alvo se encontrar a uma distância de 1000 metros, diz o projetista-chefe do veículo Viktor Kartaussov:

“Manobras e tiros são principais qualidades desta máquina. Quando se atira em movimento, o veículo pode escapar ao fogo de precisão do inimigo”.

Anteriormente, estabilizadores de canhões de veículos blindados foram instalados só em máquinas caterpillar. Os projetistas de BTR tiveram de resolver tarefas adicionais, porque os veículos em rodas se oscilam mais em terreno acidentado do que os carros sobre lagartas.

O novo BTR tem um motor de 300 HP. O passaporte técnico do veículo indica a velocidade limite de 90 quilómetros por hora, mas os condutores de prova dizem que a máquina pode correr aina mais depressa.