03 de Setembro, 2012 - 09:30 ( Brasília )

Terrestre

General Modesto substitui general Adriano no Comando Militar do Leste (CML)


O Comando Militar do Leste (CML) conta com nova administração. Na última quinta-feira (30/08), o general Francisco Carlos Modesto assumiu o posto em substituição ao general Adriano Pereira Junior. A cerimônia ocorrida no Palácio Duque de Caxias, na capital do estado do Rio, marcou o término da gestão do general Adriano que, no período de 28 meses, foi pautada pelos Jogos Mundiais Militares em 2011; pela ação das tropas de pacificação nos complexos do Alemão e da Penha e pela segurança de 188 delegações de chefes de Governo e de Estado que participaram da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

O general Modesto terá pela frente desafios como a visita do papa Bento 16, no próximo ano, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e a Copa das Confederações. Em 2014, como plano de participação nos grandes eventos, o oficial trabalhará no projeto da Copa do Mundo da Fifa e no preparo para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Modesto trabalhava no Ministério da Defesa, em Brasília.

A posse

A cerimônia de posse do novo comandante militar do Leste teve três etapas. A primeira delas se deu com a inauguração do retrato do general Adriano na galeria de ex-chefes do CML. Numa rápida homenagem ao general Adriano, Modesto afirmou que sentia-se orgulhoso por substituir o oficial e destacou que “os nossos valores são repassados de geração para geração que se tornam eternos”.

“Incorporo-me ao CML como mais um soldado a honrar a conquista e trabalhar por ela”, destacou Modesto.

Coube a dona Íris, esposa do general Adriano, e sua filha, descerrar o tecido que cobria a fotografia do ex-comandante do CML. Observados pelo comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, e pelos familiares, os generais Adriano e Modesto se cumprimentaram.

Alguns minutos depois dessa solenidade, chegaram ao prédio do CML o ministro da Defesa, Celso Amorim, o governador do estado do Rio, Sergio Cabral, e o vice-governador Luiz Fernando de Souza, o Pezão. Numa outra sala ocorreu a entrega das medalhas da Ordem do Mérito Militar a Cabral e do Pacificador ao vice Pezão.

Depois, no salão principal se deu a cerimônia de transmissão de cargo. Seguindo o roteiro, o general Adriano proferiu discurso de despedida pautado por agradecimentos e destacando as principais ações durante o período em que esteve à frente do CML. O militar lembrou o tratamento cordial com o qual foi recebido em todos os momentos pela população fluminense e aproveitou o discurso para agradecer desde o oficial mais graduado ao soldado que trabalhou com ele. A partir de agora, o ex-comandante do CML assume a Chefia de Logística (Chelog) do Ministério da Defesa, em Brasília.