25 de Junho, 2012 - 08:45 ( Brasília )

Terrestre

BR - AR - Operação Guarani tem início em solo argentino


A manhã do último domingo (24/06) se tornou histórica para os Exércitos do Brasil e da Argentina. Cerca de 260 militares e 84 viaturas do Exército Brasileiro atravessaram a Ponte da Integração, que liga a cidade de São Borja, no Brasil, à cidade de Santo Tomé, na Argentina. A Operação Guarani contará com a participação de uma Força Tarefa Combinada composta por mais de 1100 militares e 210 viaturas dos dois países. A operação está ambientada num quadro de guerra convencional.
 
O comboio seguiu rumo à cidade argentina de Apóstoles, que será sede do exercício. A Operação Guarani 2012 acontece até o dia 30 de junho.
 
Detalhamento do Exercício
 
Trata-se de um exercício combinado de combate convencional, que terá participação da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, cujo quartel-general se localiza em Santiago-RS, e da Brigada de Infantaria de Monte XII, da Argentina. Essas tropas formarão uma Força Tarefa pertencente ao Partido Azul, que terá como oponente um fictício Exército Vermelho.
 
Foi criada uma situação montada para orientar o treinamento. As Forças Vermelhas tomam a iniciativa e atacam as Forças Azuis. Estas são obrigadas a recuar, trocando espaço por tempo, ao mesmo tempo em que buscam desgastar o inimigo, realizando o que é conhecido na terminologia militar como ação retardadora.
 
O objetivo dos azuis é atrasar o adversário, para que o seu Exército se mobilize e possa combater de igual para igual contra os Vermelhos e, em fases posteriores, contra-atacar para recuperar o território cedido inicialmente ao invasor.