15 de Dezembro, 2011 - 09:41 ( Brasília )

Terrestre

Oficiais, praças e funcionários civis da guarnição de Brasília cumprimentam o Comandante do Exército


Brasília – No dia 12 de dezembro, foi realizada a solenidade de cumprimentos de final de ano ao Comandante do Exército, General Enzo Martins Peri. O evento ocorreu no Salão de Honra do Gabinete do Comandante e contou com a participação de oficiais-generais, subtenentes, sargentos, cabos, soldados e funcionários civis da guarnição de Brasília.

Conforme as tradições castrenses, coube ao Chefe do Estado-Maior do Exército, General Silva e Luna, cumprimentar o General Enzo, em nome de todos os integrantes do Exército Brasileiro.

Palavras do Chefe do Estado-Maior do Exército
Excelentíssimos Srs Oficiais-Generais Ministros do Superior Tribunal Militar e do Alto Comando do Exército, Srs Oficiais-Generais, Srs Oficiais, Praças e Servidores Civis – presentes e os articulados em todo território nacional!

Tradicionalmente, no final do ano, o Exército manifesta, por intermédio do Chefe do Estado-Maior, os cumprimentos da Instituição ao seu Comandante, reconhecendo seu esforço diuturno para manter os avanços, a confiança da sociedade, o espírito de equipe e a coesão da Força – sem perder de foco sua razão de existir.

Senhor Comandante!
Essa tradição castrense se apoia nos pilares da hierarquia e da disciplina para exteriorizar o sentido de autoridade, de lealdade, de disciplina, de respeito e de solidariedade, entre tantos outros valores que condicionam as relações dos que escolheram a profissão das armas – e que nos são tão caros.

Vale lembrar, de início, que é o Comandante quem dá rosto ao Exército. É ele quem, do ponto mais alto da pirâmide da Força, expede diretrizes, lidera, orienta, motiva, inspira e serve de exemplo. É ele entidade superior de uma instituição nacional, regular e permanente, que cumpre sua missão pelo potencial ou real emprego legal da força. Isso, consequentemente, impõe que firmeza, serenidade e equilíbrio sejam atributos subjacentes do seu caráter – e são.

Sabemos, Sr Comandante, ser sua agenda recheada de compromissos impostos pelo cargo. Sabemos ser o Sr servo do dever. Somos testemunhas do seu esforço, desprendimento e despojamento para se fazer presente, de forma ativa e dinâmica, nas diferentes áreas de atuação do nosso Exército, fortalecendo ânimos, alinhando percepções, antecipando-se a riscos. E ao mesmo tempo em que trata das necessidades da Força, da sua transformação, de modo a atuar no presente e se preparar para vencer os desafios do futuro, recheados de imprevisibilidades, numa difícil conjuntura de ajustamentos das economias mundiais.

O Brasil já adquiriu robusta estatura. E, decorrente do seu maior protagonismo, surge a necessidade de reforçar sua defesa de modo a garantir-lhe progresso com ordem e paz social, num contexto de cooperação regional e de projeção de poder. Isso tem tudo a ver com a nossa Força.

Este ano começou e se encerra com o Exército empregado, simultaneamente, em mais de noventa missões. O slogan “Braço Forte, Mão Amiga” nunca foi tão exaustivamente testado. Da missão de estabilização do Haiti, de pacificação do Complexo do Alemão, da distribuição de água no agreste nordestino, às obras de duplicação da BR-101, um amplo espectro de múltiplas missões têm sido cumpridas com acerto. E tudo feito sem alarde, sem autopromoção, sem busca de reconhecimentos – à imagem e semelhança do seu Comandante. O único objetivo tem sido bem servir à sociedade nacional, com quem temos pacto indissolúvel.

É visível que o Exército avançou bastante em 2011. Muitos planejamentos foram concluídos, onde se inclui o novo SIPLEX e o PROFORÇA. Muitas ações já estão em curso. Macroprojetos como SISFRON, GUARANI, PROTEGER, DEFESA CIBERNÉTICA, RECUPERAÇÃO DA CAPACIDADE OPERACIONAL, ASTROS 2020 e ARTILHARIA ANTIAÉREA, dentre outros, já são de domínio da sociedade e estão alinhados com ações orçamentárias plurianuais já inscritas.

São muitos os avanços.
Parabéns, Sr Comandante, pelas vitórias alcançadas em 2011! Parabéns por tudo que foi possível empreender liderando nossa Força e obtendo de todos o melhor de cada um! Parabéns por liderar a Instituição de maior credibilidade do Pais! Conhecemos o elevado preço desse privilégio.

Mas, como o ano está chegando ao fim, é tempo de celebrarmos o Natal da família verde-oliva.

Sabe-se que há mais de 2000 anos, “nasceu na cidade de David o Salvador”. Essa mensagem espalhou-se pelo mundo e, ainda hoje, é ouvida em todos os recantos da Terra – mesmo por quem não esposou a fé cristã. Essa certeza corporificou-se pela nossa fé. É ela que dá sentido à transcendência da nossa existência.

Presente em todas as épocas da humanidade, os Soldados são partícipes das conquistas das sociedades, particularmente, as da fé. O homem de armas é movido pela fé. Crê no poder maior que governa nossos destinos. Crê na sacralidade da Família e nos princípios do Direito. Crê nos valores e deveres que condicionam sua vocação profissional. Crê na missão que a Nação lhe confia. E entrega sua própria vida, se dela depender a defesa da Pátria.

A fé norteia a profissão de soldado. A fé robustece sua coragem na luta. A fé antecipa-lhe a certeza da vitória. Compartilhada entre irmãos de armas, dela resulta a confiança no sentinela e a certeza de que podemos avançar porque os flancos e a retaguarda estão guarnecidos.

Assim sendo, no limiar do término de mais um ano de trabalho em proveito do nosso Brasil, ao mesmo tempo que lhe hipotecamos nossa lealdade, externamos o reconhecimento, a confiança e nossa fé nos destinos do nosso Exército – Instituição que lhe cabe comandar.

Por fim, formulamos ao Sr e familiares votos de um feliz e abençoado Natal. Que Deus, no ano que se avizinha, continue a lhe presentear com fé robusta, inteligência iluminada, permanente saúde e exitosas realizações.

Seguimos juntos, Sr Comandante.

General de Exército JOAQUIM SILVA E LUNA
Chefe do Estado-Maior do Exército

Fonte: Exército Brasileiro