23 de Abril, 2020 - 12:35 ( Brasília )

Terrestre

OM do Exército Brasileiro mantêm preparo da tropa para situações de emprego imediato


O apronto operacional é a condição de preparo em que uma organização militar (OM) está pronta para ser empregada em uma missão com todo o seu efetivo, equipamentos, armamentos, viaturas, munições, suprimentos e demais fardos de material. Rotineiramente, as diversas OM do Exército Brasileiro realizam verificações dessa natureza, com a finalidade de avaliar seus níveis de operacionalidade. Exercícios como o realizado pelo 47º Batalhão de Infantaria (47º BI) no último dia 17 de abril.

O “Guerreiro Pantaneiro¨ executou o aprestamento e o apronto operacional de suas subunidades, para verificar a prontidão logística e operacional da tropa, estabelecendo critérios para a ordenação e o preparo de material, equipamentos, viaturas e suprimentos da unidade, com o objetivo de facilitar o embarque de pessoal e de sua tralha logística, preparando o emprego imediato do batalhão em qualquer tipo de missão frente à pandemia da COVID-19.



Na oportunidade, o Comandante do Batalhão e seu Estado-Maior passaram em revista a tropa, verificando o aprestamento individual, os planos de chamada, os manifestos de embarque pessoal/material, as viaturas e o moral de seus homens, inspecionando todas as capacidades agregadas ao 47º BI.

Ainda nessa oportunidade, o Comandante destacou que todo militar deverá ter em mente que, a qualquer momento e sem aviso prévio, poderá receber uma ordem e ter que se afastar da Guarnição de Coxim. Dessa forma, as unidades e subunidades da Força Terrestre mantêm os padrões de prontidão e pronta resposta. A operacionalidade é o foco do preparo dos militares, adestrados e preparados para acionamentos inopinados e imediatos.



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS