18 de Novembro, 2011 - 10:28 ( Brasília )

Terrestre

Exército mobiliza tropas para treinamento em Operação de Defesa da Usina Jupiá

Manobra de treinamento mexe com a rotina da usina, já que foi montado um acampamento

O LIberal 

Aproximadamente 400 homens do 47º Batalhão de Infantaria (Força de Ação Rápida do Comando Militar do Oeste), com sede em Coxim, iniciou na manhã de terça-feira (15) a Operação Jupiá. O tenente-coronel Sebastião Lopes de Vasconcelos Filho (da unidade) informou que o objetivo é realizar exercício militar de adestramento, visando a segurança da usina. "Além disso, faremos o treinamento em apoio logístico às tropas em grandes deslocamentos", afirmou o oficial.

A operação mexe com a rotina na usina, pois foi montado um acampamento no topo do prédio, com barracas de campanha e complexo sistema de comunicação. Neste prédio funcionam a administração e centro de operações da usina, além de setores técnicos operacionais. Ele é considerado o cérebro e coração de Jupiá.

Além do aparato tecnológico, a presença de militares especializados e com armamento pesado em pontos estratégicos da barragem e da usina chama a atenção de quem passa pelo local. Militares que estavam de sentinela pouco falaram com a imprensa. Limitaram-se a confirmar tratar-se de uma operação de treinamento, visando a segurança da usina.

"Da referida operação participam tropas de Coxim, Campo Grande, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas, além de diversas viaturas inclusive as blindadas Cascavel e Urutu. Temos ainda embarcações fluviais da Companhia de Três Lagoas", explicou Vasconcelos.

GRUPO DE AÇÃO RÁPIDA
O 47º BI recebeu a designação de Força de Ação Rápida Estratégica do Comando Militar do Oeste em julho de 2000, passando a fazer parte de um seleto grupo de Unidades do Exército Brasileiro para as quais é atribuída a mais alta prioridade, face à necessidade de estarem prontas para o emprego em qualquer parte da área de responsabilidade dos Comandos Militares de Área a que pertencem. Sua localização, às margens do rio Coxim, facilita o deslocamento de seu contingente até o Pantanal.

Por isso a unidade é dotada de equipamentos para ações em diferentes situações