11 de Novembro, 2019 - 10:50 ( Brasília )

Terrestre

1ª DE coordena Operação de Junção e Substituição nas Operações Membeca e Saci


No dia 30 de outubro, a 1ª Divisão de Exército (1ª DE), Divisão Mascarenhas de Moraes, coordenou a execução de uma Operação de Junção e Substituição entre a Brigada de Infantaria Paraquedista (Bda Inf Pqdt) e o Grupamento de Unidades Escola/9ª Brigada de Infantaria Motorizada (GUEs/9ª Bda Inf Mtz).

A junção foi executada no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), como atividade das Operações Membeca, da 1ª DE, e Saci, da Bda Inf Pqdt.

Estiveram presentes o Comandante Militar do Leste, o Comandante da 1ª DE, o Comandante da Bda Inf Pqdt, o Comandante do GUEs/9ª Bda Inf Mtz e o Comandante da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, além dos demais comandantes e integrantes das unidades envolvidas na operação.

As operações de junção envolvem a ação de duas forças terrestres amigas que buscam se ligar diretamente durante a execução de operações de combate e são de elevada complexidade.

Entre suas peculiaridades, está a necessidade de um grande detalhamento das medidas de coordenação e controle para minimizar os riscos de fratricídio.



Na situação apresentada, a Bda Inf Pqdt estabeleceu uma cabeça de ponte aeroterrestre na região de Resende, enquanto que o GUEs/9ª Bda Inf Mtz realizou uma marcha para o combate para realizar a junção e a posterior substituição da tropa paraquedista.

Na oportunidade, o Comandante Militar do Leste destacou a importância do treinamento desse tipo de operação e a necessidade da integração dos diversos sistemas operacionais nos exercícios no terreno.


VEJA MAIS