26 de Setembro, 2018 - 11:30 ( Brasília )

Terrestre

Escritório de Projetos recebe General Villas Bôas para discutir futuros desafios do Portfólio Estratégico


No dia 24 de setembro, o Escritório de Projetos do Exército (EPEx) recebeu a visita oficial do Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, acompanhado do Chefe do Estado-Maior do Exército (EME), General de Exército Paulo Humberto Cesar de Oliveira.

O Gen Villas Bôas foi quem implantou a Assessoria Especial de Gestão de Projetos (AEGP), que deu origem ao Escritório de Projetos do Exército e assumiu os Projetos Estratégicos.

Durante sua visita ao EPEX, o Comandante do Exército assistiu a uma palestra do General de Brigada Ivan Ferreira Neiva Filho, Chefe do EPEx, que apresentou a situação atual do Portfólio Estratégico do Exército e os seus desafios para o futuro.

Estavam presentes na visita o Gen Magalhães, o Gen Linhares e o Gen Amin, todos ex-chefes do Escritório de Projetos.

Participaram, também, o Gen Fernandes, Subcomandante Logístico, e o Gen Abrahão, Vice-Chefe do EME, além dos Gerentes e Supervisores dos Programas Estratégicos e Chefes de Seções do EPEx.

Histórico do Escritório de Projetos do Exército

Com a aprovação e publicação, pelo Governo Federal, da Estratégia Nacional de Defesa (END), elaborada sob a coordenação do Ministério da Defesa, em dezembro de 2008, o Comandante do Exército determinou ao EME a preparação de um planejamento para atender às demandas da END, inclusive, contendo os projetos de interesse da Força sobre articulação e equipamento.

Após a conclusão desse planejamento, denominado Estratégia Braço Forte, em dezembro de 2009, a 7ª Subchefia do EME identificou a necessidade de uma estrutura no Exército que pudesse avaliar, propor, coordenar e integrar as ações e esforços, de modo a viabilizar de forma efetiva a consecução dos projetos do Exército, com características de grande porte associadas à complexidade tecnológica e financeira.

Com essa finalidade, foi criada a Assessoria Especial de Gestão e Projetos (AEGP), em 7 de abril de 2010, sob a Chefia do então General de Divisão Villas Bôas, para trabalhar, principalmente, com quatro projetos: Guarani, SISFRON, Defesa Antiaérea e RECOP.

A Portaria nº 134-EME, de 10 de setembro de 2012, implantou o Escritório de Projetos do Exército (EPEx), por transformação da AEGP assumindo, sob sua coordenação, os Projetos Estratégicos do Exército: Astros 2020, Defesa Antiaérea, Guarani, PROTEGER, SISFRON, RECOP, Defesa Cibernética e Parceria Público-privada (PPP).

 

O EPEx tem como missão:

– supervisionar, coordenar e controlar a gestão dos Projetos Estratégicos do Exército (PEE), incluindo as derivadas de aquisição, modernização e desenvolvimento de produtos de defesa definidos pelo EME;

– planejar e coordenar as ações de relações institucionais de interesse dos PEE;

– supervisionar e coordenar as atividades de contratação de produtos de defesa, referentes aos PEE sob gestão do EPEx, que, por sua complexidade, requeiram uma contratação integrada; e

– gerenciar os processos afetos aos Projetos Estratégicos do Exército.