23 de Maio, 2018 - 10:45 ( Brasília )

Terrestre

Viatura Blindada Especial Posto de Comando M577 A2


2º Sgt Turchiello - 1º RCC


O 1º Regimento de Carros de Combate, sediado em Santa Maria-RS, recebeu, no início do mês de abril de 2018, 02 (duas) unidades da Viatura Blindada Especial Posto de Comando M577 (VBE PC M577A2), as quais serão utilizadas como Posto de Comando Avançado nas operações do Regimento.

As viaturas são provenientes de um acordo celebrado em outubro de 2015 entre o Exército Brasileiro e o Departamento de Defesa dos Estados Unidos quando foi feita a doação de 34 veículos tipo Posto de Comando M577 A2.

Os carros chegaram em 19 de setembro de 2016, desembarcando no porto de Paranaguá (PR), de onde foram imediatamente transportados para o Parque Regional de Manutenção 5 (PqRMnt/5), na cidade de Curitiba-PR, para a realização de uma manutenção básica e aplicação de pintura camuflada padrão do Exército.

As viaturas foram recebidas através do programa de transferência de material excedente do Exército dos EUA. Periodicamente, o Exército norte-americano desativa parte de seus equipamentos de defesa considerados como excedentes e propõe a transferência desse material a nações parceiras.

No caso do Exército Brasileiro, os recursos despendidos foram os de transporte e de inspeção de desembarque que foram orçados em cerca de R$ 2 milhões de reais.

Esse investimento é feito por meio do Projeto Estratégico nomeado Obtenção da Capacidade Operacional Plena (OCOP), cujo objetivo é dotar as unidades operacionais do Exército com material de emprego militar.

As viaturas que vão equipar o Exército Brasileiro têm, em média, 30 anos de uso. Apesar desse tempo e da aparência desgastada apresentada quando de seu recebimento, fruto de seu armazenamento no deserto do Sierra Army Depot, na Califórnia, elas estão em excelente estado de conservação.

 

As VBEPC M577 A2 são veículos com pouquíssimo uso, sendo que alguns deles apresentam apenas de 7 a 54 milhas de rodagem (cerca de 11 a 87 quilômetros) e seus horímetros (instrumento que indica a quantidade de horas que estiveram em funcionamento) registrando apenas de 45 a 300 horas, reforçando, assim, a excelente oportunidade aproveitada pelo Exército.

Por esses motivos, as VBE não irão passar por nenhum processo de modernização antes de serem colocadas em operação no Brasil. A produção do M577 começou no início dos anos 1960, tendo sido exportado para vários países. Apesar de sua idade, o M577 ainda é utilizado em todo o mundo.

Os maiores operadores são o Egito (44), a Grécia (45) e Portugal (28) sendo, ainda, produzido sob licença na Itália, pela OTO Melara. Viaturas desse tipo são uma novidade dentro da frota do Exército Brasileiro.

As VBE PC M577 são derivadas das VBTP M113 A2, estas sim, já utilizadas pela Força Terrestre. Elas possuem design parecido, mas as viaturas Posto de Comando dispõem de layout interno adaptado, com teto mais alto, medindo 2,70 metros de altura e, aproximadamente, 4,90 metros de comprimento, permitindo acomodar melhor os militares internamente.

A estrutura do blindado é em duralumínio assim como nos M113 e até 40% dos seus componentes são fabricados a partir de ligas leves. Seu peso é de, aproximadamente, 12 toneladas, o motor é um Detroit Diesel 6V53, com 212 HP, que faz com que o blindado atinja uma velocidade máxima em torno de 60 km/h, e o tanque de combustível tem capacidade de 454 litros, garantindo uma autonomia de cerca de 480 quilômetros.

A guarnição da viatura é composta de 5 militares, incluindo o motorista. Os acessos para tripulação entrar e sair do veículo são feitos por meio da rampa traseira, da portinhola e da escotilha do comandante. O M577 possui uma barraca que pode ser presa e estendida, quando o veículo está parado, a partir da retaguarda da viatura, fornecendo um espaço de trabalho adicional para a equipe de comando.

 

Além disso, essas extensões podem se conectar a outras, permitindo que vários M577 estabeleçam uma estrutura maior de Posto de Comando. Quando em movimento, a barraca fica recolhida na parte superior da viatura. No interior do veículo há quadros de mapas, mesas dobráveis, rádio e outros equipamentos de comando e controle.

A VBE PC M577 é equipada, ainda, com um gerador diesel externo, montado na frente da viatura, que desenvolve 7 KW para fornecer energia de 24 volts e 110/220 volts.

O gerador tem condições de alimentar todos os sistemas eletrônicos e equipamentos de comunicação quando o motor principal do M577 estiver desligado.

Além disso, esse gerador pode ser removido do veículo usando uma talha e, assim, ser usado como uma unidade estacionária. A energia gerada por ele também pode ser exportada para outros fins. Um único gerador tem capacidade de fornecer energia suficiente para 02 (duas) VBE.

Fotos: Autor e  PqrMnt/5


VEJA MAIS