03 de Maio, 2018 - 09:40 ( Brasília )

Terrestre

Operação Rastilho IV no Paraná fiscaliza prestadoras de serviço que atuam com explosivos em pedreiras


Nos dias 24, 25 e 26 de abril, a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), com sede em Brasília (DF) desencadeou a Operação Rastilho IV em todas as Regiões Militares do Brasil. as ações tivevam como escopo fiscalizar o manuseio de produtos controlados pelo Exército (PCE).

Dentro desse contexto, a equipe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (SFPC 5º Esqd C Mec) atuou no estado do Paraná e cumpriu missões nas cidades de Curitiba, Colombo, Sengés, Tunas do Paraná, Castro e Piraí do Sul.

 

Dessa vez, o foco da operação foi a fiscalização de prestadoras de serviço que realizam detonação com explosivos em perdeiras. Também foram alvo da fiscalização os paiois de PCE existentes nas pedreiras.

Além da confrontação dos mapas de estocagem com os PCE existentes no paiol, a fiscalização se deu, também, no momento pós-ação, ou seja, após a “detonação” na pedreira. Verificou-se a existência ou não de sobra de material explosivo, bem como se a destinação dada às sobras encontrava-se de acordo com as normas que disciplinam a matéria.

Durante a operação, os fiscais militares do SFPC 5º Esqd C Mec realizaram orientação e autuação, em casos de empresas que manuseiam PCE e que apresentaram falhas no controle e na execução das atividade de detonação propriamente dita.



Fotos: 5º Esqd C Mec / EB



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS