26 de Setembro, 2011 - 09:20 ( Brasília )

Terrestre

Lockheed Martin Entrega o HIMARS 400

Sistema desenvolvido com base no ASTROS II é a principal arma de artilharia das Forças Americanas

O  U.S. Army e a empresa Lockheed Martin comemoraram a entrega da 400ª unidade do  High Mobility Artillery Rocket System (HIMARS), no dia 21 de setembro, na unidade da companhia,  em Camden, Arkansas.

O U.S. Army já recebeu 300 HIMARS enquanto o  U.S. Marine Corps e clientes internacionais  receberam outras 100 unidades.

Em serviço no US Army, desde 2005,   o HIMARS incorpora o poder de fogo do  Multiple Launch Rocket System (MLRS) com a mobilidade de um chassis sobre rodas. Seu container de munição incorpora seis munições ou um missil Army Tactical Missile System (ATACMS), pode lancer toda a família de munições da Família MLRS. É transportável em cargueiros C-130.

HIMARS incorpora um sistema de recarga automática, características que tornaram o MLRS  primeiro sistema de foguetes do mundo, nas palavras da Lockheed Martin. Os sistemas de controle e comunicação do HIMARS são intercambiáveis com os do  MLRS M270A1, e os procedimentos de treinamento da tripulação são os mesmos.

O ASTROS II

O relatório do Pentágono Final Report to Congress Conduct of the Persian Gulf War, April 1992,   é explicito em mencionar:

“However, US rocket systems were out-ranged by the Iraqi ASTROS II multiple rocket launcher (60km). Accurate targeting of Iraqi positions by ground and air units overcame this advantage.” (pág .753)

O alcance da munição M77do MLRS era de 32 km versus 60km do ASTROS II. Outra surpresa para os americanos era que o emprego de um chassi sobre rodas dava uma mobilidade e versatilidade que era pensada só ser obtida com lagartas, como o M270.

Os dois alvos estratégicos prioritários na Operação Desert Shield eram as unidades lançadoras de mísseis SCUD e as unidades de ASTROS II iraquianas. Só após a eliminação (neutralização) destas ameaças foi dada a partida à Operação Desert Storm.

No Iraque o US Army desenvolveu o emprego das novas munições guiadas de precisão do HIMARS em alvos urbanos.

O desenvolvimento do ASTROS 2020  incorporará nova série de munições guiadas de precisão que proporcionará superar os embargos impostos pelos acordos das munições clusters (cacho) e recuperar a  posição no mercado internacional.