21 de Agosto, 2017 - 10:15 ( Brasília )

Terrestre

Novos cadetes da AMAN começam a jornada ao oficialato


Adriana Fortes


Na manhã deste sábado (19), no pátio da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), a solenidade de entrega do espadim marca a entrada oficial da turma “150 anos da Campanha da Tríplice Aliança” em uma das melhores escolas de formação militar do mundo.

Presente na cerimônia e inspirado pelo nome escolhido pelo grupo de novos cadetes, o ministro da Defesa Raul Jungmann encorajou os futuros oficiais do Exército Brasileiro a servir com o mesmo comprometimento: "Seu País espera de vocês o patriotismo, o civismo, o sentido de missão e o amor à Pátria que motivaram todos os heróis brasileiros que participaram dessa guerra”.

Jungmann também destacou a importância do resgate de nossa história: "A mais autêntica homenagem que se pode prestar aos grandes heróis da Pátria, como são os patronos, é manter viva a lembrança de seus feitos, interpretar os acontecimentos de que participaram e acolher os dignos exemplos que nos legaram”, disse ele.

Em seu discurso, o comandante do AMAN, general Costa Neves, ressaltou a missão da Escola: “Aqui cultuamos os valores e as raízes históricas que caracterizam nosso Exército. Aqui veneramos a verdade, a lealdade, a probidade e a responsabilidade. Aqui criamos laços indissolúvéis com a Nação Brasileira e forjamos a fé inabalável no futuro de grandeza do Exército”.

Dos 465 militares que atualmente integram o Curso Básico, 108 cadetes são da região Sul, 264 da região Sudeste, 20 da região Centro Oeste, 50 da região Nordeste e 12 da região Norte. Além de nove estrangeiros provenientes de Moçambique, Camarões, Senegal, Guatemala e Guiné Bissau.

O brasiliense Lucas Torres, primeiro colocado do Curso Básico, recebeu seu espadim das mãos do ministro e falou da emoção do momento: “Estar ali na frente é indescritível. Passamos por muitas coisas para chegar aqui hoje, mas vale muito a pena. Sei que terei muitos desafios, mas o Espadim significa que estamos no caminho certo”.

Esta é a última turma composta exclusivamente por homens a receber o espadim. A partir de 2018, as mulheres passam a integrar o quadro da Academia.

Estiveram presentes na solenidade o general de exército Juarez Aparecido de Paula Cunha, chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, representando o general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, comandante do Exército; antigos comandantes do Exército e da Aman; e demais oficiais generais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, além de personalidades civis e militares.



Fotos: Tereza Sobreira/MD