19 de Julho, 2017 - 10:40 ( Brasília )

Terrestre

Potência de fogo para a defesa externa do País


Por sua potência de fogo, grande poder de destruição e alta capacidade dissuasória, a Artilharia desempenha importante papel na defesa externa.

O Exército Brasileiro segue atento à necessidade de manter atualizado o preparo e o adestramento dos militares empregados no "apoio de fogo" necessário ao combate.



Nesse sentido, o Centro de Adestramento e Avaliação – Sul (CAA-Sul) coordenou, no Simulador de Apoio de Fogo (SIMAF), no período de 10 a 12 de julho, o Exercício de Adestramento do 13º Grupo de Artilharia de Campanha (13º GAC).

Foram executadas missões de tiro simuladas, com tarefas de Direção e Coordenação de Tiro (Central de Tiro), de Observador Avançado, Linha de Fogo e de Comunicações, todas inerentes aos Subsistemas de Artilharia.

Leia também:  

O preparo do militar para a defesa externa do País [Link]

Situação hipotética prepara tropa para defesa externa [Link]




Fotos: CAA-Sul / EB