26 de Maio, 2017 - 09:20 ( Brasília )

Terrestre

Comemorações do Dia da Infantaria


Nesta quarta-feira passada, dia 24, militares da Guarnição de Brasília comemoram o Dia da Infantaria, a Rainha das Armas, com marcha e formatura militar. O evento reuniu infantes do Batalhão da Guarda Presidencial (BGP), do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília (BPEB), da Companhia de Guarda da Base de Administração e Apoio do Comando Militar do Planalto, do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Brasília e alunos do Colégio Militar de Brasília.

A marcha de 8 km pelo Setor Militar Urbano, na Capital Federal, começou no BGP, contornou as instalações do Quartel-General do Exército, e terminou no BPEB. O Comandante do BPEB, Coronel Maurício de Souza Bezerra, disse que “as duas Unidades que são berço da Infantaria na Guarnição de Brasília, BGP E BPEB, programaram uma marcha vibrante, que marca o ‘pé de poeira’, que é o militar da Infantaria. Mais uma amostra de vibração da Rainha das Armas, que é aquela que decide o combate”.

Logo em seguida, uma cerimônia militar homenageou o Patrono da Infantaria, Brigadeiro Sampaio, e os militares que integram a Arma há mais de 50 anos foram agraciados com o Medalhão da Infantaria, outorgado pela Legião de Infantaria de Brasília. A cerimônia foi encerrada com um desfile de todos os infantes presentes e das tropas que participavam da formatura.

24 de maio

Essa data foi escolhida em homenagem ao Patrono da Arma, o Brigadeiro Antônio de Sampaio. Filho de Antônio Ferreira de Sampaio e Antônia Xavier de Araújo, Sampaio nasceu em uma família humilde, no dia 24 de maio de 1810, em Tamboril, Ceará.

Ainda jovem, aos 20 anos de idade, alistou-se voluntariamente como praça no então 22º Batalhão de Caçadores, em Fortaleza, e alcançou, por mérito, todos os postos da carreira. Sua principal atuação foi na Guerra do Paraguai, já como Brigadeiro, quando comandou a 3ª Divisão do Exército Imperial, a famosa Divisão Encouraçada, que possuía, em suas Brigadas, os tradicionais Batalhões Treme-Terra, Arranca-Toco e Vanguardeiro. Esses nomes são lembrados, como forma de homenagem, nas companhias do Curso de Infantaria da Academia Militar das Agulhas Negras.

Durante a Batalha de Tuiuti, a maior batalha campal travada na América do Sul, Sampaio foi gravemente ferido no dia do seu aniversário. O militar foi transportado para Buenos Aires, vindo a falecer a bordo do vapor Eponina, antes de sua chegada à Capital argentina.

Homem íntegro, destacou-se, principalmente, por cultuar valores, como a tenacidade, a abnegação e o estoicismo. Por seu exemplo de militar e de cidadão brasileiro, foi declarado, em 1928, Patrono da Infantaria da Escola Militar do Realengo, por iniciativa do Primeiro-Tenente Humberto de Alencar Castelo Branco. Posteriormente, foi reconhecido como Patrono de toda a Infantaria do Exército Brasileiro.

Dia da Infantaria na terra natal de Sampaio

Reverenciando o Patrono da Infantaria, o Brigadeiro Sampaio, o 40º Batalhão de Infantaria (40º BI), no dia 20 de maio, realizou, no município de Tamboril, terra natal do herói da Guerra da Tríplice Aliança, atividades alusivas ao Dia da Infantaria, data marcada pelo nascimento de Antonio de Sampaio, 24 de maio de 1810.

As comemorações em homenagem a Sampaio contaram com um cerimonial militar no Parque Histórico Brigadeiro Sampaio e na Fazenda Vitor, visita ao Museu Brigadeiro Sampaio e confraernização na Escola Municipal 4 de Outubro.

Durante as atividades, foram relatados os principais momentos da vida do Patrono da Arma da Infantaria, como as diversas participações em batalhas, lembrando sua bravura, coragem e o patriotismo, resultando em campanhas sempre vitoriosas na História do Brasil.

O evento foi prestigiado pelo Comandante Militar do Nordeste, General de Exército Artur Costa Moura, acompanhado pelo Comandante da 7ª Região Militar, General de Divisão José Luiz Jaborandy Rodrigues; pelo Comandante da 10ª Região Militar (10ª RM), General de Divisão Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira; pelo Presidente da Legião da Infantaria do Ceará e antigo Comandante da 10ª RM, General de Divisão Júlio Lima Verde Campos de Oliveira; do Prefeito Municipal de Tamboril, Pedro Calisto Da Silva; do presidente da  Câmara Municipal de Tamboril, Vereador Francisco Antonio (Sampaio) Farias; pelo Tetraneto do Brigadeiro Sampaio; além de outros militares da 10ª RM e convidados.

 

 

Infantaria hoje¹

Atualmente, a Infantaria brasileira tem participado de diversas operações no amplo espectro dos conflitos. De maneira destacada, faz-se presente em apoio aos órgãos governamentais, com as constantes atuações em operação de garantia da lei e da ordem nos diversos Estados do País e no combate aos crimes transfronteiriços e ambientais na extensa faixa de fronteira do território nacional.



Também de forma significativa, atua em operações de pacificação no Haiti, em apoio ao desenvolvimento nacional e à defesa civil, por intermédio da participação ativa em ações cívico-sociais em todo o País, distribuindo água aos necessitados, dentre outras ações.

No Exército Brasileiro, a Rainha das Armas subdivide-se em Paraquedista, Leve, Blindada, Mecanizada, de Selva, de Caatinga, Pantaneira, de Montanha, de Polícia do Exército e de Guarda, especializadas em atuar nos seus respectivos ambientes operacionais e com suas peculiaridades e particularidades.



A Infantaria pode ser encontrada em todos os rincões do território nacional, em virtude de sua grande diversidade, de sua capacidade de dissuasão, de presença, de mobilidade e de sua imprescindibilidade em qualquer tipo de emprego da Força Terrestre.

Nobres infantes, espelhem-se em seus heróis do passado, tragam o orgulho para as gerações futuras, demonstrando os valores de Sampaio incrustados em todos os integrantes da Rainha das Armas, e mantenham vivo o espírito imortal da Infantaria!

¹trechos do Alusivo do Dia da Infantaria 2017

Fotos: EB