03 de Maio, 2017 - 05:30 ( Brasília )

Terrestre

Futuras Sargentos Combatentes iniciam Formação


Na sexta-feira, dia 28 de abril, a cidade de Juiz de Fora sediou um momento inédito na história do Exército Brasileiro. Pelos portões do 4º Grupo de Artilharia de Campanha Leve (4º GAC L) passaram as primeiras alunas do Curso de Formação de Sargentos (CFS) para a Linha Bélica da Força. Cerca de 60 mulheres fazem parte da turma mista que realiza o período básico de formação na Zona da Mata Mineira.

A cerimônia de passagem dos alunos pelo portão marca o momento em que os jovens se tornam oficialmente incorporados ao Exército, é o início da carreira militar, o começo do período de formação.

A Aluna Letícia Schimidt, de 17 anos, a mais jovem do curso, realizou a simbólica abertura do portão para os companheiros de turma, que, logo em seguida, fardaram-se para a formatura de início do período básico.

“Hoje é um dia de festa pela incorporação de novos companheiros na carreira das Armas. Vocês passaram por um processo seletivo bastante rigoroso, um dos mais concorridos do Brasil; só na parte do segmento feminino foram mais de 170 concorrentes por vaga. Por isso, esse momento já os torna vencedores. Vocês já são Verde-Oliva por excelência”, disse o Vice-Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército Brasileiro, General de Divisão Décio dos Santos Brasil.

“Eu acho que essa oportunidade que o Exército está dando para o ingresso de mulheres na Linha Bélica é extraordinária, pois podemos provar que também somos capazes de fazer o curso”, afirma a Aluna Gabrielli Lopes, do Rio de Janeiro (RJ).

A Aluna Andrielle Farias cursou Engenharia Florestal na Universidade Federal de Santa Maria (RS), mas, como sempre sonhou em ser militar, não pensou duas vezes quando viu a oportunidade de seguir a carreira de sargento do Exército Brasileiro: “estamos fazendo história. Sem dúvida nenhuma, as mulheres são muito capazes de estar aqui dentro, de comandar uma tropa e de fazer a diferença”, enfatizou.

O Instrutor-Chefe do Curso de Formação no 4º GAC L, Capitão Walisson, destacou a igualdade no tratamento fornecido aos alunos e o excelente rendimento apresentado na primeira semana: “a formação é a mesma do segmento masculino, é a mesma formação para homens e mulheres, tanto é que os pelotões são mistos. Essa turma tem apresentado um resultado tão bom como as anteriores”.

Ao término de 2018, essas sargentos estarão à frente de pequenas frações na tropa, como combatentes do Exército Brasileiro na área logística, como Intendência, Manutenção de Comunicações, Topografia, Manutenção de Armamento, Mecânico de Viatura e Mecânico Operador.

O Concurso

O último concurso de admissão para o CFS 2017-1018 contou com 92 mil candidatos inscritos para as áreas combatente, música e saúde, sendo que a concorrência para as mulheres combatentes chegou a 179 por vaga.

Alguns requisitos para ingressar:

Área Combatente: é preciso ter entre 17 e 24 anos e possuir ou estar completando o Ensino Médio. Há vagas para homens e mulheres.

Área de Saúde: As vagas são para ambos os sexos e a faixa etária fica entre 17 e 26 anos. É preciso ter o curso técnico de enfermagem.

Área de Música: Para músicos é necessário ter habilidade na execução de partituras em um dos instrumentos musicais pedidos no edital.

Quer saber mais sobre o concurso para Sargentos do Exército Brasileiro? Acesse: concurso.esa.ensino.eb.br