26 de Abril, 2017 - 09:30 ( Brasília )

Terrestre

Operação Azoto II


O Exército Brasileiro inicia, a partir de hoje, 25 de abril, a Operação Azoto II. A ação será desencadeada em todo o território brasileiro e tem como principal objetivo fiscalizar a produção, armazenamento, comercialização, transporte e utilização dos insumos de produtos químicos usados na produção de explosivos.

Coordenada pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), por intermédio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), a Azoto II ocorre em ambiente inter-agências, com a participação dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP) e Agências Governamentais  como a Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros,  Receita Federal e Ministério Público.

No dia de hoje, o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 3º Região Militar-SFPC/3 integra 7 equipes de fiscalização, em  5 municípios do Rio Grande do Sul. Nessa terça-feira, a Operação conta com 62 militares do Exército Brasileiro, 10 militares da Brigada Militar, efetivos da Polícia Rodoviária Federal e Agentes da Receita Federal e Ministério Público.

A ação trata-se de uma medida de prevenção para coibir a venda ilegal e o desvio de substâncias ou misturas que podem ser utilizadas por criminosos na fabricação de explosivos artesanais. A fiscalização ocorrerá em empresas regularmente registradas no Exército Brasileiro e em outros estabelecimentos fabris ou comerciais que surgirem como alvos potenciais.

Todo o trabalho realizado visa coibir a ocorrência de ilícitos envolvendo o emprego de produtos controlados pelo Exército, garantir a manutenção da ordem pública e proporcionar a adequada sensação de segurança à sociedade.