14 de Outubro, 2016 - 12:00 ( Brasília )

Terrestre

Escola de Sargentos das Armas (ESA) realiza Manobra Escolar 2016


No período de 3 a 8 de outubro, os alunos do Curso de Formação de Sargentos da Escola de Sargentos das Armas (ESA) realizaram a Manobra Escolar 2016 nas cidades de São Bento Abade, Luminárias, São Tomé das Letras e Três Corações (todas do Estado de Minas Gerais).

O exercício transcorreu dentro de um quadro tático fictício de uma manobra convencional, materializando no terreno todo o conteúdo teórico ministrado em salas de aula na Escola.

O Corpo de Alunos da ESA foi inserido no exercício compondo os meios da 55ª Brigada de Infantaria Leve (55ª Bda Inf L), que são:

·        Curso de Infantaria representado pelo 551º BIL;

·        Curso de Cavalaria representado pelo 55º Esqd C Mec;

·        Curso de Artilharia representado pelo 55º GAC L;

·        Curso de Engenharia representado pela 55ª Cia E L; e

·        Curso de Comunicações representado pela 55ª Cia Com L.

Na oportunidade, os futuros 3º Sargentos Combatentes do Exército Brasileiro puderam melhor se adestrar e finalizar os preparativos para a execução da Manobra Escolar do Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), a ser realizado com outras escolas de formação no período de 7 a 18 de novembro, na cidade de Resende (RJ).

A Manobra contou com participação de diversos meios oriundos de outras organizações militares, que enriqueceram e contribuíram para a melhor formação dos alunos. Marcaram presença no exercício: 14° Grupo de Artilharia de Campanha, Bateria do Comando da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, 4º Grupo de Artilharia Antiaérea, Companhia de Precursores Paraquedista, 4º Batalhão de Engenharia de Combate, 4º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha), 2ª e 4ª Companhias de Comunicações Leve.

Ao término da jornada, foram percorridos mais de 50 km, em marcha, dentro da situação tática do exercício, empregando cerca de 1.000 militares e 100 viaturas. Buscou-se o máximo de realidade nas operações, com a finalidade de colocar em prática, no terreno, o conteúdo teórico ministrado em sala de aula.