23 de Setembro, 2016 - 11:30 ( Brasília )

Terrestre

Em Cruz Alta, primeiro Curso de Adjunto de Comando forma 38 militares


Após seis semanas de instrução à distância e três de instruções presencias, ocorreu, na manhã de 14 de setembro, nas dependências da Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas (EASA), a cerimônia de conclusão do 1º Curso de Adjunto de Comando. Na oportunidade os 38 (trinta e oito) concludentes do Curso receberam, de seus padrinhos e madrinhas, o “Alamar do Adjunto de Comando”.

A Formatura foi presidida pelo Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército João Camilo Pires de Campos, e contou com a presença do Diretor de Educação Técnica Militar, General de Brigada Marcos André da Silva Alvim; do Comandante da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército, General de Brigada Francisco Carlos Machado Silva; além de convidados.

Vale destacar que, durante o Curso, criado pela Portaria 070-EME, de 16 de março de 2016, os alunos receberam instruções sobre liderança, assessoramento, coaching, psicologia e linguagem corporal. Participaram, também, com a presença de Adjuntos de Comando atualmente na função, de um Pedido de Cooperação de Instrução na 3ª Divisão de Exército, 6ª Brigada de Infantaria Blindada, em Santa Maria (RS).

Os concludentes estão habilitados a desempenhar as funções do Adjunto de Comando, integrante do Estado-Maior Especial da organização militar (OM), recentemente inseridas no Regulamento Interno e dos Serviços Gerais (RISG). Dentre essas função, destacam-se o assessoramento ao comandante, aos oficiais do Estado-Maior e aos comandantes de Subunidade da OM, sobre questões sensíveis e correntes relacionadas aos praças, sobretudo que tange o moral da tropa, o bem-estar, a satisfação profissional, a carreira, a motivação, o apoio à família militar, a saúde, a assistência social, a justiça e a disciplina, bem como processos decisórios relacionados aos praças.