10 de Agosto, 2011 - 12:10 ( Brasília )

Terrestre

Semana do Quadro de Engenheiros Militares - Participação dos engenheiros militares no Departamento de Ciência e Tecnologia

Conheça os principais projetos e atividades desenvolvidos pelo Exército com a participação dos Engenheiros Militares.

Foto 1

A Viatura Blindada de Transporte de Pessoal – Média de Rodas (GUARANI) é a primeira versão de uma família de veículos blindados médios 6x6 na classe 17 – 20 toneladas. Desenvolvida com cobertura de aço balístico de design monobloco, a Viatura Guarani oferece níveis de desempenho em termos de mobilidade, de potência de fogo e de proteção que atendem completamente às demandas atuais e futuras da Força Terrestre.

Foto 2

Radar Saber – Sistema de Acompanhamento de Alvos Aéreos Baseado em Emissão de Radiofrequência é um radar tridimensional, fornecendo informações de distância, azimute e elevação, com alcance de 60 km para o radar primário e 75 km para o radar secundário e teto máximo de utilização de 5.000 metros, podendo acompanhar até 40 alvos simultaneamente, classificando-os como amigo ou inimigo e distinguindo as aeronaves de asas fixas das de asas rotativas.

Foto 3

O Reparo de Metralhadora Automatizado X (REMAX) possui as seguintes funcionalidades: suportar metralhadora calibre 7,62 mm ou .50"; permitir a pontaria em elevação e direção do armamento; possibilitar a observação, reconhecimento e identificação de alvos durante o dia e à noite e realizar o tiro em movimento. Os comandos são realizados pelo atirador a partir do interior da viatura, através de sistema constituído de câmera, monitor, punho e botões de acionamento do módulo de controle.

Foto 4

O míssil superfície-superfície – MSS 1.2 AC foi concebido para emprego contra viaturas blindadas inimigas que atuam dentro do seu alcance de utilização que é de 500 a 2000 m. Complementarmente, o míssil pode ser utilizado para neutralizar casamatas, pequenas construções e helicópteros em voo pairado. Possui autoguiamento indireto por feixe laser cuja principal vantagem é sua imunidade a contramedidas. A cabeça de guerra é do tipo carga oca, com capacidade de penetração superior a 500 mm em chapa de aço padrão OTAN.

Foto 5

O Módulo de Telemática Operacional (MTO) possibilita a comunicação de dados, voz e imagens no campo de batalha. O sistema é composto por Postos de Comunicações (PC) nos escalões Brigada, Batalhão, e Companhia, podendo os dois primeiros serem utilizados isoladamente ou embarcados em Viaturas de Comando e Controle (VCC), enquanto os PC Subunidade são acondicionados em mochilas transportáveis por combatentes individuais.

Foto 6

O Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) é um sistema de monitoramento contínuo de áreas de interesse do território nacional, particularmente na faixa de fronteiras. Fundamenta-se na otimização e integração de sistemas existentes, tendo por base uma avançada infraestrutura de comunicações, apoiada na segurança da informação, com ênfase na defesa cibernética.

Fonte/Fotos: Exército Brasileiro

DefesaNet

CTEx cria Exército do futuro Link

BLINDADOS - Guarani realiza testes antiminas Link

VBTP-MR Guarani Apresentado a Dilma Rousseff Link

Blindado Guarani recebe torre dotada de canhão Link