10 de Agosto, 2011 - 09:23 ( Brasília )

Terrestre

Exército treina homens em Goiás para exercer papel de polícia


Vinicius Doria

Brasília - O Exército está promovendo, ao longo desta semana, na cidade goiana de Santo Antônio do Descoberto, o quarto treinamento anual do Comando Militar do Planalto. Cerca de 600 militares que servem em Brasília e Cristalina (GO) chegaram ontem (8) à cidade, que fica a cerca de 50 quilômetros da capital do país.

O objetivo do treinamento é preparar os militares para atuar em operações de garantia da lei e da ordem, em situações previstas pela Constituição, quando o Exército atua com poder de polícia. Segundo o major do Comando Militar do Planalto Clovis Gomes Silva, esse tipo de atuação militar ocorre ocorre quando órgãos de segurança pública, como as polícias Civil e Militar, não conseguem manter a ordem. Nesses casos, para que as Forças Armadas entrem em ação, é necessária a autorização da Presidência da República.

Santo Antônio do Descoberto foi escolhido por estar próximo a Brasília e, também, por ser um município pequeno. “Aqui, a presença da tropa não traz muitos transtornos para o dia a dia dos moradores”, disse o major Clovis Gomes Silva.

Participam do treinamento militares do Batalhão da Guarda Presidencial, Regimento da Cavalaria de Guarda, Pelotão de Polícia do Exército, Comando da 3º Brigada de Infantaria Motorizada de Cristalina e órgãos de segurança pública de Goiás e do Distrito Federal. As tropas estão equipadas com armamento de munição não letal, como balas de festim e bombas de efeito moral, cavalos, jipes, carros blindados e tanques de guerra.

Os exercícios consistem na ocupação de pontos estratégicos e no controle de distúrbios populares. Nesses casos, a simulação é feita com militares em trajes civis.

Na operação de hoje (9), o Exército fechou as entradas e saídas da cidade e está controlando o tráfego de veículos. De acordo com o major César Humberto, que comanda a operação, as principais ocorrências foram referentes a problemas de trânsito, como falta de documentos de alguns carros e motoristas. Uma pessoa foi detida por dirigir embriagada. Nesses casos, a fiscalização conta com o apoio da polícia estadual. Os militares também estão promovendo ações sociais na cidade, com orientação médica e odontológica à comunidade e palestras sobre as formas de ingresso no Exército Brasileiro.