21 de Outubro, 2015 - 10:40 ( Brasília )

Terrestre

Artilharia Divisionária da 1ªDE realiza Operação Sentinela Alerta em Resende


No período de 12 a 15 de outubro, a Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército (AD/1) realizou a Operação Sentinela Alerta 2015, com execução de tiro de artilharia, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), na região da Fazenda da Barragem.

O objetivo da Operação foi estreitar ainda mais os laços entre as Unidades de Artilharia do Comando Militar do Leste, atualizando o preparo técnico-profissional do Sistema de Apoio de Fogo. Além disso, a operação serviu como uma ótima oportunidade de discussão entre os profissionais de Artilharia sobre as atuais necessidades de transformação e atualização da Artilharia de Campanha da Força Terrestre.

Por esse motivo, estiveram presentes no terreno, também, as equipes técnicas da IMBEL e da AVIBRÁS que trabalham em projetos de desenvolvimento e digitalização dos sistemas de Artilharia Gênesis e Situar, a fim de contribuir para uma significativa melhoria no tempo de engajamento de alvos.

Participaram da atividade as seguintes organizações militares (OM), que estiveram desdobradas em diversas posições de tiro durante a operação: a Bateria de Comando da AD/1, o 11º Grupo de Artilharia de Campanha, o 14º Grupo de Artilharia de Campanha, o 21º Grupo de Artilharia de Campanha, o 31º Grupo de Artilharia de Campanha (Es), o 8º Grupo de Artilharia de Campanha Paraquedista, o 4º Grupo de Artilharia de Campanha e o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro.

Estiveram envolvidos diretamente na atividade um total de 783 militares, que contaram com apoio da AMAN, do 1º Batalhão de Guardas, da 5ª Divisão de Levantamento e do Batalhão Escola de Comunicações. Ao término do Exercício, haviam sido executados 454 tiros, sendo 180 tiros de 105 mm, 64 tiros de 120 mm e 210 tiros de 155 mm.

A demonstração do tiro de artilharia foi coordenada pelo Comandante da AD/1, General de Brigada Edson Diehl Ripoli, e contou com a presença do antigo Comandante Militar do Leste, General de Exército R1 Luiz Seldon da Silva Muniz; do Comandante da 1ª Divisão de Exército, General de Divisão Eduardo Ramos Baptista Pereira; de oficiais-generais e comandantes de OM; do General de Brigada R1 Marco Antônio Felício da Silva; do General de Brigada R1 Aires Barros Olivo; da Procuradora Seccional da União em Niterói (RJ), Sra Ana Cecília Maria Martins Antunes; e da Advogada da União em Niterói (RJ), Sra Priscila Leal Seifert. Também estiveram presentes os oficiais artilheiros da Ordem dos Velhos Artilheiros, integrantes da Reserva pró-Ativa da Força Terrestre, e o Sr Roberto Caiaça, repórter especializado da revista Tecnologia & Defesa.