01 de Junho, 2015 - 15:00 ( Brasília )

Terrestre

Divisão Encouraçada promove Jogos de Guerra


Os Jogos de Guerra da 3ª Divisão de Exército tiveram início, na tarde do dia 25 de maio, no auditório do Simulador de Apoio de Fogo, cuja abertura coube ao General de Divisão José Carlos Cardoso, comandante da 3ª Divisão de Exército, que recepcionou os participantes e destacou a importância do empenho das Grandes Unidades, com vistas à operacionalização dos Jogos de Guerra.

Na sequência, o Chefe de Operações da Divisão Encouraçada, Coronel Nei Leiria do Nascimento, fez a apresentação do exercício, tratando da concepção tática, condicionantes, quadro tático e quadro de atividades.

Os jogos de guerra estão concentrados no Centro de Adestramento e Simulação / Posto de Comando, com as seguintes grandes unidades 1ª rigada de Cavalaria Mecanizada, 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e Artilharia Divisionária da 3a Divisão de Exército, além do apoio do 1º Batalhão de Comunicações, 1º Batalhão de Guerra Eletrônica e Força Aérea Brasileira/Base Aérea de Santa Maria.

O exercício tem como objetivos adestrar as Organizações Militares participantes e aperfeiçoar o processo de avaliação do adestramento.

O termo Jogo de Guerra (JG) refere-se a um exercício tático realizado no contexto de um exercício de posto de comando, no qual são empregados meios computacionais para a apresentação digital do cenário e para a simulação de operações continuadas de combate, apoio ao combate e logística.

Dessa forma, provê-se realismo aos resultados das integrações quanto ao consumo de suprimentos, de tempo e as perdas em pessoal e material.