10 de Fevereiro, 2015 - 15:21 ( Brasília )

Terrestre

3ª DE - Assume Gen Cardoso

General-de-Divisão Cardoso é o novo comandante da Divisão Encouraçada



A cerimônia de transmissão do cargo de comandante da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), do General-de-Divisão Geraldo Antonio Miotto para o General-de-Divisão José Carlos Cardoso ocorreu na sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015, no quartel do 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado “Regimento Mallet”.

A solenidade de inauguração do Retrato na Galeria dos Comandantes foi presidida pelo Comandante Militar do Sul, General-de-Exército Antônio Hamilton Martins Mourão, e contou com a presença de familiares do General Miotto.

Em ato contínuo, ocorreu a solenidade militar de transmissão do cargo de comandante da Divisão Encouraçada, presidida pelo Comandante Militar do Sul, e prestigiadas por autoridades militares e civis, familiares e convidados. A formatura foi encerrada com o desfile da tropa a pé e motorizada.

O General Miotto assumiu o Comando da 3ª DE, em 18 de janeiro de 2013, e se afasta da Divisão Encouraçada, em virtude da sua nomeação para o cargo de Diretor do Departamento de Ensino do Ministério da Defesa, em Brasília/DF.

O novo comandante, General-de-Divisão José Carlos Cardoso se encontrava servindo na Escola Superior de Guerra e agora terá a função de comandar um efetivo aproximado de 20 mil homens e mulheres que integram a Divisão Encouraçada. O General Cardoso é paulista e ingressou no Exército, em 1973, como aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Campinas/SP).

Além dos cursos de formação, de aperfeiçoamento e de altos estudos militares, possui os cursos de paraquedista e de observador aéreo.

O General Cardoso coordenou as missões de assistência à remoção de Minas na Nicárágua, Equador, Peru e Colômbia. É casado com Senhora Yara e tem três filhos.

General de Divisão José Carlos Cardoso, novo comandante da 3ª DE - ENTREVISTA para o Diário de Santa Maria¹


Qual é a diferença da função que o senhor desempenhava no Rio de Janeiro para o comando da 3ª DE?

General José Carlos Cardoso - Na Escola Superior de Guerra, eu acompanhava o curso de política e estratégia, que é um comando de tropa, e é muito mais um trabalho de equipe.

A 3ª DE é um comando de muita importância no Exército, pelo efetivo, pela natureza de suas unidades e pelos projetos que estão em andamento. Estou muito honrado de ter sido designado para esta missão, da mesma forma que entendo a responsabilidade. Vou dar segmento ao trabalho realizado e conduzir os projetos iniciados.

Além disso, é uma grande alegria retornar ao Rio Grande do Sul, uma terra acolhedora, de um povo laborioso, da qual tenho boas recordações.

O senhor assume o comando da 3ª DE quando Santa Maria se desenvolve na área militar com investimentos em blindados, em tecnologia e em participação em missões no país e fora. Por outro lado, o governo federal anuncia cortes de gastos em todos os setores. Sentiremos os efeitos por aqui?

Gen Cardoso - Iremos nos limitar e adaptar aos recursos orçamentários que nos forem disponibilizados e manter os projetos em andamento de modo que eles não sofram dissolução de continuidade. Eventualmente, o ritmo será adequado ao fluxo de recursos que recebermos, mas nosso empenho será para que eles não sejam interrompidos.

A manutenção dos equipamentos (viaturas) já estava orçada e não sofrerá prejuízos. Quanto às missões, o Comando Militar do Leste já prepara as tropas para a próxima missão de paz no Haiti.

Seguiremos, então, no caminho para tornar a 3ª DE um polo tecnológico na área militar?

Gen Cardoso - Quanto a isso, não há mudança. Poderemos adotar um cronograma que atenda a disponibilidade de recursos, mas eles não serão extintos ou interrompidos.

¹ - Lizie Antonello - Diário de Santa Maria