03 de Dezembro, 2014 - 10:30 ( Brasília )

Terrestre

Promovidos a general recebem espadas em cerimônia no QG do Exército


uatro oficiais do Exército Brasileiro ascenderam ao generalato em cerimônia realizada nesta terça-feira (2) no Quartel General da Força Terrestre, em Brasília. Durante o evento, os militares receberam as espadas que simbolizam a promoção ao posto de general.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, participou do encontro e, ao final, falou sobre como chegar ao generalato é um momento de alegrias, mas também de grandes responsabilidades. “O militar passará a exercer uma função de comando mais elevada e, naturalmente, com maiores responsabilidades, no qual todas as qualidades que eles demonstraram ter até agora serão testadas de maneira mais forte”, disse.

ois dos promovidos ao posto de general de brigada são nascidos em São Paulo: os generais Cláudio Sérgio Câmara Saú e Marco César de Moraes. Eles terão como primeira função, respectivamente, a chefia do Centro de Operações do Comando Militar do Oeste, em Campo Grande (MS), e a de diretor de Gestão Orçamentária do Exército, em Brasília (DF).

Já Mauro Guedes Ferreira Mosqueira Gomes e Rogério Pedroti, ambos nascidos no Rio de Janeiro, ocuparão, como primeira responsabilidade, os cargos de diretor de Fabricação no Rio de Janeiro e diretor do Hospital Militar de área de Porto Alegre (RS).

A saudação, em nome do Exército, aos novos oficiais generais, ficou por conta do chefe do Estado Maior do Exército, general Adhemar da Costa Machado Filho, que afirmou que o momento é de reconhecimento e conquista. “Os homenageados ascendem ao poder pelo salutar princípio legal que oxigena, fortalece e reafirma seus compromissos”, disse.

A Espada

A cerimônia de entrega de espadas aos quatro oficiais generais simboliza a importância da investidura do oficial como chefe militar, enfatizando os riscos que o unem ao passado e ao futuro da instituição.

A espada é um símbolo que envolve compromisso e tradição e assinala a sua posição hierárquica no mais alto símbolo de oficiais da força terrestre.

Também estiveram presentes, na cerimônia, o secretário-geral do Ministério da Defesa, Ari Matos, e os comandantes do Exército, general Enzo Martins Peri, e da Força Aérea Brasileira, brigadeiro Juniti Saito. Além do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (SGI), general José Elito, de ministros do Superior Tribunal Militar (STM), e chefes militares que integraram e integram o alto comando do exército, também estiveram no evento.