07 de Novembro, 2014 - 15:00 ( Brasília )

Terrestre

6ª DE - Cerimônia Desativação da Divisão Voluntários da Pátria



São Leopoldo (RS) - No dia 31 de outubro, no 19º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), em São Leopoldo/RS, foi realizada a solenidade de desativação da 6ª Divisão de Exército (DE) – Divisão Voluntários da Pátria –, Grande Comando Operacional sediado em Porto Alegre.

O evento, que foi presidido pelo Comandante Militar do Sul, General-de-Exército Antônio Hamilton Martins Mourão, constou da cerimônia de mudança de subordinação das organizações militares da 6ª Divisão de Exército, da inauguração do retrato do General-de-Divisão Fernando Rodrigues Goulart, Comandante da Divisão antes de sua desativação; e da cerimônia noturna de desativação da 6ª Divisão de Exército.

Foram ressaltados, na cerimônia de desativação, as elevadas tradições militares e o espírito de corpo desenvolvido pela Divisão Voluntários da Pátria ao longo de sua gloriosa trajetória, iniciada no século XIX, com importantes vitórias nos campos de batalha da Guerra da Tríplice Aliança.

A desativação da 6ª DE ocorre para atender a uma necessidade de transformação e modernização do Exército Brasileiro e de reorganização da Força Terrestre na área estratégica Sul, dando cumprimento ao Decreto nº 8.298, de 15 de agosto de 2014, da Presidência da República e à Portaria nº 1.213, do Comandante do Exército, de 7 de outubro de 2014.

A partir da desativação da 6ª DE, suas brigadas e OM integrantes passam à subordinação do CMS, da 3ª DE e de outros comandos na região.

PORTARIA Nº 1.213, DE 7 DE OUTUBRO DE 2014.
Desativa a 6ª Divisão de Exército e dá outras providências.

O COMANDANTE DO EXÉRCITO, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 4º da Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999, alterada pela Lei Complementar nº 136, de 25 de agosto de 2010, o inciso V do art. 20 da Estrutura Regimental do Comando do Exército, aprovada pelo Decreto nº 5.751, de 12 de abril de 2006, e de acordo com o Decreto nº 8.298, de 15 de agosto de 2014, resolve:

Art. 1º Desativar a 6ª Divisão de Exército (6ª DE), com sede em Porto Alegre-RS.

Art. 2º Alterar a denominação da Artilharia Divisionária da 6ª DE, com sede em Porto Alegre-RS, para Comando de Artilharia do Exército, ativando-se o seu Núcleo, subordinado ao Comando Militar do Sul.

Art. 3º Subordinar a 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede na cidade de Pelotas- RS, à 3ª Divisão de Exército.

Art. 4º Subordinar a 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, com sede em Bagé-RS, à 3ª Divisão de Exército.

Art. 5º Determinar que o Estado-Maior do Exército, os órgãos de direção setorial e o Comando Militar do Sul adotem, em suas áreas de competência, as providências decorrentes.

Art. 6º Estabelecer que esta portaria entre em vigor na data de sua publicação



Nota  DefesaNet - A controversa desativação da 6ª DE - Divisão Voluntáriuos da Pátria teve muita polêmica interna. Uma tradição histórica notável desaparece.  A 3ª Brigada de Cavalaria de Mecanizada será deslocada ao Planalto Central.

19º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), que integra a 8ª Bda Inf Motorizada, foi a primeira unidade a ser enviada ao Haiti em 2004.

A Artilharia Divisionária da 6ª DE será transformada no núcleo do Comando de Artilharia, a ser criado em Formosa, Goias, no Forte Santa Barbara.

Matérias relacionadas

A Reestruturação do Comando Militar do Sul e suas implicações para o Comando da 3ª Divisão de Exército Link

Entrevista Gen Bolívar - A transformação do CMS Link

3ª Bda C Mec Subordina-se à 3ª DE Link