16 de Setembro, 2014 - 09:30 ( Brasília )

Terrestre

Operação Cantuária - EB faz treinamento em Aracaju

Operação Cantuária é destinada para treinar pessoal

infonet.com.br


Desde o dia 8, o Exército Brasileiro realiza, por intermédio da 6ª Região Militar, um exercício de adestramento denominado Operação Cantuária. O treinamento reúne cerca de 1.300 militares e 180 reservistas que participam de diversos treinamentos voltados para o emprego da tropa, em apoio a Órgãos Governamentais, como Garantia da Votação e Apuração das eleições (GVA), e de Guarda Territorial, realizando a defesa de estruturas estratégicas.

A Operação Cantuária é realizada em duas fases: na primeira, os reservistas convocados são submetidos a instruções de reabilitação e de reciclagem dos conhecimentos militares em regime de internato. Depois os reservistas e os militares participam de instruções de preparação, no período de 8 a 12 de setembro na cidade de Salvador-BA, Feira de Santana-BA e Aracaju-SE.

Na segunda fase, período de 15 a 19 de setembro, os militares participam de várias ações, simulando o emprego da tropa, no contexto de Garantia da Votação e Apuração das Eleições, nos municípios sergipanos de Aracaju, Estância, Lagarto e Tobias Barreto.

O Exército Brasileiro levará a sua mão amiga ao interior do estado, com a instalação e a operação do Hospital de Campanha, com o intuito de atender a população carente do município de Tobias Barreto. O Hospital funcionará, nos dias 15 e 16 de setembro, das 7h30 às17h30, e terá as especialidades médicas de endocrinologia, dermatologia, ginecologista, clinica geral e dentista.

No dia 15 de setembro, o General de Divisão Artur Costa Moura, Comandante da 6ª Região Militar, estará chegando ao estado de Sergipe para acompanhar o treinamento da tropa. A tarde visita as cidades de Lagarto e Estância e no dia 16 de setembro, pela manhã, visita o Hospital de Campanha montado na cidade de Tobias Barreto.

Em Sergipe, dez municípios solicitaram apoio da tropa federal para atuar no dia das eleições. Mas segundo o juiz Marcelo Gerard, os pedidos ainda não foram julgados, ainda estão em tramitação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Com informações da Ascom EB