06 de Junho, 2014 - 11:20 ( Brasília )

Terrestre

General Santos Cruz faz palestra no Quartel-General do Exército


O Comandante da Missão da Organização das Nações Unidas para Estabilização da República Democrática no Congo (MONUSCO), General de Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz, realizou uma palestra para militares do Quartel-General do Exército, em Brasília, dia 2 de junho, para relatar sua experiência no país africano.

A República Democrática do Congo possui aproximadamente 75 milhões de habitantes e vem passando por conflitos armados há mais de vinte anos, o que resultou na morte de três a cinco milhões de pessoas. A MONUSCO, instituída em 1999, passou por uma reformulação de seu mandato há um ano, quando uma Brigada de Intervenção foi montada e o General Santos Cruz foi convidado a ser o Comandante da Missão.

O General Santos Cruz explicou que mais de 80% da força da ONU está concentrada na faixa leste do país, onde situa-se a maioria dos grupos armados. É também nessa região, na cidade de Goma, na fronteira com Ruanda, que o general instalou seu posto do comando.

Para ele, "não é possível haver estabilidade no centro da África se não houver estabilidade na República Democrática do Congo", um país central no continente e que faz fronteira com outras nove nações.

Ao final de sua palestra, o General Santos Cruz revelou sua motivação para, aos 62 anos, aceitar comandar uma missão da ONU. "Porque a gente se arrisca? É por eles", finalizou apontando para imagens de famílias e crianças da República Democrática do Congo.