12 de Dezembro, 2007 - 12:00 ( Brasília )

Terrestre

Peru - Exercício Tático na Região Quebrada Cruz de Hueso


Notas DefesaNet

Agradecemos ao portal PeruDefensa.com na realização deste artigo e também ao correspondente Giuseppe Santaromita.

O Editor



Como parte das atividades programadas para o 183º Aniversário da Batalha de Ayacucho e do día do “Ejército del Peru”, foi realizada em 29 de novembro, na Região chamada “Quebrada Cruz de Hueso” (altura do Km. 45 da rodovia Panamericana Sul) (nota: Região desértica ao sul de Lima), uma demonstração de combate com várias unidades operativas do Exército Peruano.

O evento foi presidido pelo Ministro de Defesa Allan Wagner Tizón, acompanhado do General-de-Exército Edwin Donayre Gotzch, Comandante Geral do Exército, pelo General-de-Divisião Luís Cateriano Vela, Chefe do Estado-Maior General-de-Exército e Diretor Geral do Exercício Tático.

Primeiramente o Comandante Geral do Exército, agradeceu a presença do público ao evento tão importante e conclamou a que a população mantenha sua coesão com os soldados e afirmou: “Hoy vamos a realizar un combate real y percibirán el riesgo que soporta el soldado en la guerra. Este evento esta basado en los cuatro pilares del actual comando, básicamente en la Preparación, Instrucción y Enfrentamiento de la Fuerza”.

O Exercício de Combate Real na “Quebrada Cruz de Hueso”, mostrou uma impressionante demonstração de precisão tática e destreza ao serem realizadas inúmeras tarefas como: Emboscada en Patrulha (ação de Forças Especiais), Emprego de Tubulares(Bugs), Motos, Armas Anti-carro; Lança-foguetes, Emprego de Infantaría Blindada, Emprego de Artilharia Antiaérea, Emprego de Blindados e Helicópteros; Salto em Queda Livre, Destruição de Central Satelial, Foguete terra-terra; Assalto Aerotransportado e Bombardeio Aéreo.

Foi o General-de-Brigada Felipe Aguilar Vizcarra, Comandante Geral da 18ª Brigada Blindada, quem descreveu os pormenores do Exercício no Terreno.

Cabe destacar a presença de Universidades, Institutos, Colégios e da população de San Bartolo, que compareceram à demonstração militar.

Estas operações têm como finalidade preparar o pessoal e material do Exército para o execução das missões de defesa e segurança tanto no front externo como no interno e também nas missões de paz.