03 de Julho, 2013 - 11:30 ( Brasília )

Terrestre

Centro de Coordenação Tático Integrado realiza atividades na Operação Fortaleza


De 5 a 28 de junho, uma Força Tática Local, composta por Comandos e Forças Especiais pertencentes ao Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro, sediado em Goiânia (GO), responsável pelas ações de prevenção e combate ao terrorismo no âmbito nacional, realizou treinamentos intensos na Arena Castelão e nos locais considerados pontos críticos de segurança da cidade.

Na ocasião, foi realizado o treinamento de equipes táticas e grupos de snipers em ações reativas, considerando-se uma eventual ameaça terrorista durante a Copa das Confederações. O objetivo desse treinamento foi intensificar a interoperabilidade entre a Força Tática Local destacada pelo Exército e as tropas policiais de operações especiais dos órgãos de segurança pública federal e estadual: Grupo de Pronta Intervenção (GPI-Polícia Federal), Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE-Polícia Militar) e Grupo Antissequestro (Polícia Civil).

Militares da Companhia de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear do Comando de Operações Especiais, combinados com integrantes da Polícia Federal e da Comissão Nacional de Energia Nuclear, realizaram a varredura dos estádios, centros de treinamento e hotéis para identificar possíveis dispositivos explosivos improvisados, garantindo a defesa química, biológica, radiológica e nuclear.