24 de Maio, 2012 - 11:30 ( Brasília )

Tecnologia

Solar Impulse - Faz primeiro voo intercontinental

Aeronave foi desenvolvida com a expertise técnica, polímeros de alta tecnologia e materiais leves de armazenamento de energia da Bayer MaterialScience, parceira oficial do projeto.

São Paulo, 24 de maio de 2012 – O Solar Impulse, avião movido a energia solar, faz um voo histórico. Hoje a aeronave deu início a sua primeira viagem intercontinental, em trajeto entre a Europa e a África. Esta é a segunda experiência do Solar Impulse e o mais longo voo também. Em 2011, a aeronave realizou voo teste da Suíça para França e Bélgica.
 
Desta vez, a aeronave decolou da Suíça rumo ao Marrocos, em trecho de 2.500 km, sobrevoando os Montes Pirineus e o Mar Mediterrâneo. Todo o trajeto será realizado em 48 horas. Para percorrer grandes distâncias sem o uso de combustíveis fosseis, o Solar Impulse conta com a expertise técnica, polímeros de alta tecnologia e materiais leves de armazenamento de energia da Bayer MaterialScience, parceira oficial do projeto.
 
Neste novo desafio, os criadores do projeto, Bertrand Piccard e André Borschberg, farão turnos diferentes para pilotar a aeronave, que fará escala em Madri, na Espanha. O voo para Marrocos e a escala na capital espanhola servirão também como experiência para os controladores da missão, que poderão testar e adequar o Solar Impulse aos padrões internacionais de tráfego aéreo e logística de manutenção.
 
A nova viagem do Solar Impulse vai coincidir com o início das obras de construção da maior usina de energia solar já vista no mundo, na região de Ouarzazate, no Marrocos. A Agência Marroquina para Energia Solar (em ingles, MASEN), que recepcionará os pilotos do Solar Impulse no país, lidera a implantação de um Plano Solar Integrado Marroquino, que deve gerar, em 2020, um total de 2.000 MW e evitar a emissão de 3.7 milhões de toneladas de CO2. “Estamos encantados pela visão deste projeto pioneiro, que claramente demonstra que as tecnologias limpas que estamos promovendo com o Solar Impulse também podem ser utilizadas em nossa rotina diária”, afirma Bertrand Piccard.
 
Parceria Bayer MaterialScience

A Bayer MaterialScience, divisão de Materiais Inovadores da Bayer, tornou-se parceira oficial do projeto suíço Solar Impulse em 2010. Desde então, mais de duas dúzias de pesquisadores tem trabalhado nos laboratórios da empresa em Leverkusen, Dormagen e Krefeld-Uerdingen, em ideias para reduzir o peso das estruturas e de armazenamento de energia. As soluções são aplicadas, por exemplo, em parte da estrutura do cockpit, asas e propulsores.
 
Patrick Thomas, presidente mundial da Bayer MaterialScience, acredita que o projeto reflete a missão da Bayer “Science For A Bettler Life” (em português, Ciência para uma Vida Melhor): “O Solar Impulse é um grande desafio, em particular no que se refere ao desenvolvimento de materiais mais leves. Por meio do uso de componentes inovadores, podemos ajudar a encontrar soluções para o uso da energia limpa como também para otimizar sua eficiência”.
 
Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de 10,8 bilhões de Euros em 2011, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo.Suas atividades de negócios são focadas na produção de materiais de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados no dia a dia.Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes.No final de 2011, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.800 colaboradores em todo o mundo.A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.