01 de Dezembro, 2011 - 09:04 ( Brasília )

Tecnologia

A Rosoboronexport e o Brasil

Firmar parcerias entre os mercados brasileiro e russo no setor tecnológico é o foco principal da corporação no país

"Nós queremos estabelecer boas relações com as empresas brasileiras, buscando parcerias para transferir tecnologias da Rússia para o Brasil e vice-versa", afirmou o representante da Corporação Estatal Tecnologias Russas e do Rosoboronexport e vice-chefe comercial da Embaixada da Rússia no Brasil, Oleg Strunin.

A declaração foi feita no seminário "Possibilidades para o Desenvolvimento dos Negócios entre Rússia e Brasil nas Áreas de Combustíveis e Energia, Eficiência Energética e Preservação dos Recursos Naturais”, realizado na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), na segunda-feira, 28. O evento contou com o apoio da Representação Comercial da Federação da Rússia no Brasil e do Grupo MIR.

Mais de 500 companhias diferentes da Corporação Tecnologias Russas atuam no Brasil, nas áreas civil e militar. "Nós já firmamos alguns contratos na área militar com a Aeronáutica, vendendo 20 helicópteros, e também em outros sistemas para o Exército brasileiro", explicou Strunin. De acordo com ele, além do setor de aviação, a corporação desenvolve projetos nas áreas tecnológica, elétrica e bioquímica, entre outras.

Outro objetivo do grupo russo é atuar na área de segurança, especialmente no Estado do Rio de Janeiro, já visando à realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.

Oleg Strunin destacou ainda as relações estabelecidas entre os dois países no setor de carne e a busca de possibilidades para trabalhar na área tecnológica aqui no Brasil.