17 de Março, 2011 - 12:33 ( Brasília )

Tecnologia

Acordo deve garantir verba para satélite


O compromisso dos governos do Brasil e dos Estados Unidos em assegurar as verbas para o programa conjunto de satélites é um dos resultados mais esperados pelo setor de ciência e tecnologia do governo brasileiro, com a visita do presidente Barack Obama, ao Brasil. Os cortes nos orçamentos do Brasil e dos Estados Unidos ameaçam adiar o programa, que prevê o lançamento conjunto de um satélite na órbita equatorial, para medir dados capazes de auxiliar a prevenção de desastres naturais. Os dois governos estudam minuta de memorando que garantirá as verbas para o satélite.

O acordo preservaria dotações para a agência espacial brasileira e para a Nasa, a agência espacial americana, de modo a evitar adiamento no programa de lançamento do satélite, que recolhe informações sobre chuvas e outros dados meteorológicos capazes de aperfeiçoar as previsões de secas e enchentes. Os EUA têm acordos semelhantes ao que mantêm com o Brasil firmados com países como a Alemanha e a França.

Os acordos na área de ciência e inovação devem ser um dos capítulos mais importantes da visita de Obama, segundo os responsáveis por sua organização. Se todos os textos em negociação forem aprovados a tempo para anúncio durante a visita, a apreciação de pedidos de patentes no Brasil passará a se beneficiar de informações sobre os processos de patentes dos Estados Unidos, e certificados exigidos para aprovação de normas técnicas passarão a valer nos dois países. O tema também terá destaque nos pronunciamentos públicos dos dois presidentes.