22 de Dezembro, 2015 - 13:25 ( Brasília )

Tecnologia

BRADAR mapeia o Valle Del Cauca, na Colômbia



A BRADAR, empresa do grupo Embraer Defesa & Segurança, firmou contrato com o Departamento do Valle del Cauca, na Colômbia, para mapeamento de uma área de 27.035 quilômetros quadrados, com o objetivo de produzir uma cartografia detalhada de todo o território.

Esse é o segundo contrato firmado entre a BRADAR e um departamento colombiano na área de sensoriamento remoto. Em 2013, a empresa brasileira já havia mapeado uma área do Departamento de Cundinamarca, em contrato firmado com o Instituto Geográfico Agustín Codazzi (IGAC).

O levantamento atual será utilizado para a definição de políticas do Departamento do Valle del Cauca, principalmente, em relação à bacia hidrográfica e à prevenção contra o desmatamento, com a identificação das vulnerabilidades locais.

Segundo o presidente da Bradar, Astor Vasques, a região nunca havia sido mapeada devido às características locais, composta por vegetação densa e características meteorológicas. Tal mapeamento só foi possível com a aplicação da tecnologia de radares aerotransportados da Bradar, que conseguem enxergar através das nuvens e das árvores, pois operam em duas frequências de ondas eletromagnéticas (bandas X e P).

A primeira, chamada de banda X, reflete-se na copa das árvores. A segunda, a banda P, atravessa a vegetação e chega ao solo. O cruzamento das informações colhidas pelas duas bandas fornece dados precisos do território como as curvas de nível do solo, o tamanho das árvores e outros dados necessários para elaboração de mapas. Este processo deverá gerar cartas na escala de 1:10.000. Atualmente o projeto está na fase de processamento dos dados obtidos pelos radares. A conclusão dos trabalhos deve ocorrer no próximo mês de dezembro.
 
Cartografia da Amazônia 

E a experiência da Bradar em mapear áreas complexas, com terrenos cobertos por nuvens e florestas densas, foi fundamental para a conquista desse contrato com a Colômbia. A empresa é a responsável pelo mapeamento do projeto "Cartografia da Amazônia", que vai revelar o último vazio cartográfico da região amazônica. O projeto vem sendo executado em conjunto com a DSG (Diretoria de Serviço Geográfico), do Exército Brasileiro.

O intuito é mapear 1,8 milhão de quilômetros quadrados, que não possuem informações cartográficas terrestres adequadas.

Até o momento, foram mapeados cerca de 1,2 milhão de quilômetros quadrados. A expectativa é que, até 2017, esse projeto esteja concluído. Nem satélite ou outra tecnologia voltada para mapeamento, atualmente, foi capaz de gerar imagens tão precisas quanto às que esse radar vem realizando da Amazônia.

 Sobre a BRADAR

A BRADAR é uma empresa de base tecnológica, especializada em sensoriamento remoto e radares de vigilância aérea e terrestre. A BRADAR desenvolve soluções inovadoras de alta tecnologia e qualidade para seus clientes, sendo responsável pelo desenvolvimento dos mais avançados radares para: Sensoriamento remoto para cartografia e monitoramento (OrbiSAR); e, busca e vigilância terrestre e aérea de baixa altura (SABER-M60) e o SENTIR - M20. Certificada pelo governo brasileiro como Empresa Estratégica de Defesa (EED), a BRADAR desenvolve ainda radares voltados para a segurança e defesa, explorando sua capacidade de desenvolvimento de novas soluções tecnológicas em radiofrequência.