09 de Dezembro, 2015 - 11:00 ( Brasília )

Tecnologia

Thales inaugura Plataforma Industrial do Radar Secundário

Empresa finaliza a transferência de tecnologia para o Brasil e, a partir de agora, será possível fabricar o radar RSM970S no país

A Thales, líder mundial em tecnologia nos mercados de Defesa, Segurança, Aeroespacial, Espacial e Transportes, inaugurou no dia 08DEZ2015 a Plataforma Industrial do Radar Secundário, na Omnisys, em São Bernardo do Campo (SP), onde será produzido o RSM970S, radar secundário usado para controle de aproximação e para vigilância em rota.

Com a conclusão da transferência de tecnologia da Thales para o Brasil, o país fabricará pela primeira vez o RSM970S, o radar mais vendido no mundo e que conta com a mais moderna tecnologia em radares, dando aos controladores de tráfego aéreo total apoio em situações de denso tráfego. A transferência de tecnologia inclui todos os conhecimentos, documentação, meios de integração e testes e meios de manutenção desses radares pós-venda.

“Finalizar o processo de transferência de tecnologia para o Brasil é um marco muito importante. O País agora está apto a produzir, pela primeira vez o radar secundário, equipamento extremamente relevante para o controle do tráfego aéreo nacional. Para viabilizar isso, contamos com o conhecimento tecnológico e o investimento em equipes multidisciplinares e especializadas de nossa estrutura local, reforçando desta maneira a importância estratégica do país para o Grupo Thales e indo em linha com o nosso objetivo de dobrar de tamanho em 5 anos”, afirma Ruben Lazo, vice-presidente da Thales na América Latina.

Com a inauguração da Plataforma Industrial do Radar Secundário, a Thales também consolida seu Centro de Excelência em Radar, que fabricará todas as partes de alta-tecnologia e críticas dos radares primário e secundário. “O Centro possui conhecimento, os meios e os processos para a fabricação, integração e suporte técnico dos radares, onde são aplicadas as tecnologias de última geração. Com isso, o Brasil passa a fazer parte do seleto grupo de países fabricantes de radares de vigilância do espaço aéreo”, explica Luis Henriques, diretor da afiliada da Thales Omninys.

O modelo RSM970S possui funcionalidades completas de Modo S, um meio de comunicação entre a aeronave e o radar que a classifica de modo único, impedindo que ela seja confundida com outros aviões em voo e aumentando a segurança do tráfego aéreo. O sistema também permite que o operador de voo selecione o avião com o qual quer se comunicar, além de possibilitar o envio de informações mais detalhadas sobre a identificação de voo da aeronave. Com isso, cobre a interrogação seletiva, a vigilância básica aprimorada e o completo canal de dados, validados pela ICAO e Eurocontrol. O aval das duas instituições faz desse radar um investimento seguro para os Sistemas de Controle de Navegação Aéreo.

SOBRE A THALES

A Thales é líder mundial em tecnologia nos mercados de Defesa, Segurança, Aeroespacial, Espacial e Transportes. Em 2014, a empresa gerou uma receita de 13 bilhões de euros, com 61 mil colaboradores em 56 países. Com seus 22.000 engenheiros e pesquisadores, a Thales tem a aptidão única de projetar, desenvolver e implantar equipamentos, sistemas e serviços adaptados aos mais complexos requisitos de segurança. A Thales tem um alcance internacional excepcional, trabalhando lado a lado com clientes em todo o mundo.

SOBRE A OMNISYS

Omnisys é uma empresa brasileira de altíssima tecnologia, sediada em São Bernardo do Campo (SP). Fundada em 1997 por três engenheiros brasileiros, a Omnisys é afiliada à Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE).

Subsidiária da Thales no Brasil, integra sua rede internacional de centros de excelência em Pesquisa e Desenvolvimento, com competência técnica e gerencial em áreas estratégicas de aplicação civil e militar tais como defesa aérea e controle de tráfego aéreo, guerra eletrônica naval e, no mais alto grau de desenvolvimento tecnológico, áreas espaciais e de aviônicos, além da prestação de serviços.