23 de Setembro, 2013 - 18:17 ( Brasília )

Tecnologia

15ª Brigada de Infantaria Mecanizada testa equipamentos de vigilância


Capitão Leônidas Marques (PR) – A convite do Comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, duas empresas de segurança realizaram demonstração de equipamentos de vigilância durante a Operação Laçador, visando o melhor aproveitamento da tropa em operações de Defesa de Estruturas Estratégicas Terrestres.

Uma empresa apresentou sua Unidade Portátil de Segurança (UPS), que é um reboque equipado com câmeras e sensores que podem atingir até 12 metros de altura e registrar imagens durante o dia e à noite. O alcance do zoom da câmera é de 1 km e todos os dados captados, inclusive de áudio, são transmitidos por rádio frequência a uma Central de Gerenciamento Operacional. Também apresentou um DRONE com capacidade de enviar imagens em alta definição para a UPS ou para uma tela com receptor de Rádio Frequência, que fica em solo, próxima ao piloto.

Também foi demonstrada a capacidade de alcance e definição de imagem das câmeras da segunda empresa, proporcionando visão termal ou com luminosidade reduzida, mesmo a longas distâncias.

Os equipamentos de monitoramento são essenciais para otimizar a utilização da tropa e reduzir o risco em missões de patrulhamento e vigilância, de forma que um militar capacitado substituiu quase um pelotão na varredura do terreno ao redor da Estrutura Estratégica Terrestre, possibilitando o emprego da tropa, em melhores condições, na reação a possíveis eventos que venham a acontecer.