27 de Agosto, 2013 - 22:58 ( Brasília )

Tecnologia

BAE Systems apoia atletas britânicos no caminho para Rio 2016


Londres, Reino Unido: A BAE Systems informou recentemente que vai continuar apoiando os atletas olímpicos e paraolímpicos da Grã-Bretanha, como parceira oficial de pesquisa e inovação da UK Sport, a agência de esportes do Reino Unido, em seus preparativos para as Olimpíadas do Rio em 2016.
 
O contrato, avaliado em £ 800.000, prevê que os atletas britânicos terão acesso à tecnologia de ponta, em seus preparativos, por meio de aplicações de inovações científicas no treinamento, recuperação e prevenção de lesões, assim como nas competições.  Esta é a segunda fase da parceria que já beneficiou mais de 20 esportes e 140 atletas.
 
Para Simon Howison, diretor de projetos de engenharia da BAE Systems a parceria ajuda a empresa a demonstrar como a engenharia pode ser aplicada em áreas diferentes e assim incentivar mais jovens a considerar uma carreira nos campos da ciência, da tecnologia, da engenharia e da matemática. “Temos um imenso prazer em trabalhar com os atletas britânicos e ajudá-los a melhorar seus desempenhos, para poder fazer uma diferença no sucesso esportivo de nosso país”, disse.
 
Uma das inovações apresentadas pela BAE é uma nova roda, capaz de aumentar em até 20%, a aceleração dos cadeirantes da Grã-Bretanha. Desenvolvida pelo centro de P&D da companhia, em Bristol, em parceria com a Angle Consultancy, uma especialista em esportes de alto desempenho, e a Draft, empresa que projeta e fábrica cadeiras de rodas, ela é feita de material composite, é mais forte, rápida e leve do que as anteriormente usadas pelos atletas.
 
Uma das vantagens da nova roda é que apesar da leveza ela é três vezes mais rígida do que as demais. Com maior rigidez lateral, as rodas não se “curvam” para dentro, movimento característico quando em atividade, reduzindo o atrito com a pista e aumentando assim a velocidade e a aceleração.
 
Segundo Shelly Woods, medalha de prata em Londres 2012, “o esporte paraolímpico cresce a cada ano, e a possibilidade de usar o que há de mais avançado na engenharia britânica, graças a esta parceria entre a BAE Systems e a UK Sport, pode contribuir para manter os atletas britânicos na vanguarda deste ambiente extremamente competitivo”.
 
A BAE conta com o conhecimento especializado de 18 mil engenheiros e já investiga um simulador para os atletas britânicos de taekwondo, com a finalidade de desenvolver novas técnicas e reduzir o risco de lesões decorrentes do impacto repetitivo.  Este trabalho sucede o realizado nos preparativos para os jogos de Londres, que visava refinar as técnicas de pontuação desta equipe e rendeu aos atletas britânicos o ouro e o bronze.
 
“A tecnologia de ponta da BAE Systems contribuiu para o sucesso dos atletas britânicos, tanto nos preparativos quanto durante os Jogos de Londres, em 2012.  É com grande satisfação que vejo a parceria da BAE Systems com a UK Sport, continuando a apoiar nossos melhores atletas para os jogos de Sochi e do Rio”, disse o Ministro dos Esportes, Hugh Robertson.
 
Para Liz Nicholl, Presidente da UK Sport, a parceria com a BAE aumentou significativamente a habilidade técnica dos atletas. “O incrível trabalho realizado na primeira fase desta parceria foi apenas o começo e, à medida que visarmos mais medalhas no Rio em 2016, teremos o prazer de continuar trabalhando estreitamente com a BAE Systems e ajudar nossos atletas a atuar na vanguarda de seus esportes”, finalizou