COBERTURA ESPECIAL - Tecnologia Disruptiva - Pensamento

13 de Março, 2019 - 11:00 ( Brasília )

Hacker que pensa que o mundo é uma simulação

Hacker famoso pensa que estamos vivendo em simulação, quer escapar

Ele também está pensando em começar uma igreja dedicada a escapar da simulação.

George Hotz, desenvolvedor de carros autônomos e hacker famoso, é a mais recente celebridade tecnológica a sugerir que nosso universo pode ser uma simulação construída por uma sociedade mais avançada do que a nossa.

"Não há provas de que isso não seja verdade", anunciou Hotz durante sua palestra na conferência de tecnologia Austin SXSW, de acordo com The Verge . “É fácil imaginar coisas que são muito mais inteligentes do que você e que poderiam construir uma jaula que você nem reconheceria”.

Teoria da Simulação

A Teoria da Simulação tem vários defensores de alto nível, incluindo Elon Musk, que basicamente argumentam que todos nós existimos em algum tipo de jogo mega-avançado de The Sims.

Para ser justo, a lógica de Hotz poderia ser usada para justificar a existência de qualquer coisa, desde o Papai Noel até o éter luminoso, uma substância invisível que os cientistas costumavam acreditar que cobria a Terra - mas que acabou por não existir

George Francis Hotz, apelidado geohot, million75 ou simplesmente mil, é famoso por ter trabalhado com outras pessoas para desbloquear o iPhone, permitindo que o aparelho seja usado com outras operadoras, diferente da intenção da Apple em disponibilizar para seus clientes apenas o uso com a AT&T.

Hotz também criou um Jailbreak para o iOS e desenvolveu um método de crackear o PlayStation 3. O hacker estadunidense disponibilizou ferramentas capazes de assinar digitalmente softwares (homebrews) para rodar no Playstation 3.

Hotz disponibiliza também um software capaz de desbloquear PS3s com o firmware 3.55, no qual podem rodar os softwares assinados com suas ferramentas. A presença da assinatura faz o console pensar que o programa foi autorizado pela Sony, da mesma forma que uma assinatura manuscrita autentica um cheque ou contrato.

O caso da Sony: Atualmente Hotz e outros membros do grupo hacker conhecido como "fail0verflow" estão enfrentando um processo da empresa Sony por terem distribuído publicamente uma ferramenta que permite alterar a chave de criptografia do Playstation 3 possibilitando a execução de "HomeBrews", que são softwares com assinatura não-original.

Dentre as aplicações desta ferramenta que desbloqueia o PlayStation 3. Para impossibilitar esta vulnerabilidade, a empresa decidiu remover a funcionabilidade "OtherOS", que era a porta de entrada para o desbloqueio.

COMMA.AI libera código para transformar qualquer carro em autônomo¹

George Hotz, também é fundador da empresa de tecnologia Comma.ai, é um homem com uma missão: transformar todos os carros do mundo em autônomos. O jovem "hacker/executivo" colocou na internet, gratuitamente, os planos para construir o software que tem o potencial de tornar autônomo qualquer veículo após seus planos de vender o equipamento pela internet foram dificultados pelo governo americano.

Se você tiver interesse (e a capacidade), baixe os códigos do Open Pilot, como foi batizado, aqui[Link]. "Se a Tesla é o iOS, nós queremos ser o Android", afirmou Hotz em entrevista à Bloomberg.

O sistema desenvolvido pela Comma.ai, inicialmente, só é compatível com alguns modelos da Honda e da Acura, mas, com a abertura dos códigos para todos, a empresa espera ser capaz de desenvolver e ampliar a compatibilidade para outros veículos com o auxílio dos programadores que baixarem o Open Pilot.

Hotz alertou que o sistema não transforma o carro em um veículo 100% autônomo e que o motorista precisa ter atenção ao conduzir, mas ele também afirmou que a tecnologia permite que você tire as mãos do volante e os pés dos pedais em algumas situações e o carro será capaz de se dirigir sozinho.

George Hotz, é um empreendedor, filantropo e visionário sul-africano-canadense-americano. Ele é o fundador, CEO e CTO da SpaceX; CEO da Tesla Motors; vice-presidente da OpenAI; fundador e CEO da Neuralink; e co-fundador e presidente da SolarCity.

Até outubro de 2018 a fortuna de Musk era estimada em 22,1 bilhões de dólares, o que o posiciona como a 36 ª pessoa mais rica do mundo segundo a Forbes. Musk não só já demonstrou publicamente preocupações com a extinção da humanidade, como também propôs soluções, das quais algumas são o objetivo principal de suas empresas e já estão sendo feitas na prática.

Entre elas, estão a redução do aquecimento global, através do uso de energias renováveis, um projeto multiplanetário, mais especificamente a colonização de Marte, e o desenvolvimento seguro da inteligência artificial.

Em janeiro de 2011, uma de suas empresas, a SpaceX, tornou-se a primeira empresa no mundo a vender um voo comercial à Lua. A missão, marcada para 2013, foi contratada pela empresa Astrobotic Technology, tendo como objectivo colocar um pequeno jipe na superfície lunar, o que não aconteceu.

Em 2012, encerrou o projeto do Tesla Roadster, o primeiro modelo da sua autoria, um carro totalmente elétrico que custava cerca de 92 mil dólares. Atualmente, a Tesla já lançou mais três modelos: S, X e o modelo 3, este último com a responsabilidade de trazer os carros elétricos para as massas, partindo de um custo inicial de 35 mil dólares.

¹publicado originalmente no portal revistaautoesporte.globo.com

 

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


America Latina

America Latina

Última atualização 25 MAR, 14:00

MAIS LIDAS

Tecnologia Disruptiva