COBERTURA ESPECIAL - Tank - Terrestre

22 de Junho, 2015 - 09:00 ( Brasília )

Programa SCORPION: lançado projeto de renovação dos blindados LECLERC franceses


English version

A Agência Francesa de Licitações (DGA) informou a Nexter Systems acerca do contrato para o programa de renovação dos blindados Leclerc. Essa demanda é a terceira do Ministério da Defesa francês dentro do programa SCORPION, que tem como finalidade as forças de contato do Exército francês.

Avaliado em aproximadamente 330 milhões de euros, o contrato abrange a entrega de 200 unidades renovadas dos Leclerc e 18 veículos DCL renovados até 2020.

O processo de modernização permitirá que os blindados usem melhor seu poder de fogo e mobilidade no âmbito dos futuros grupos táticos SCORPION (GTIA). Graças ao desenvolvimento de interfaces específicas para o novo Sistema de radio CONTACT e o sistema SCORPION de comunicação e commando (SICS), os blindados serão capazes de se integrar aos demais componentes dos grupos táticos.

Além disso, o upgrade da blindagem dos Leclerc através do desenvolvimento de kits de blindagem específicos permitirá aos veículos enfrentar ameaças como explosivos improvisados de forma mais eficiente.
 
O Leclerc – blindado de terceira geração com alto grau de automação, atualmente dá às forças terrestres francesas capacidade de “entrada” quando atuando em uma coalizão. Os esforços de renovação pretendem manter essa capacidade para além de 2040.

O Leclerc é um carro de combate construído por um consórcio entre duas empresas, a Nexter e a Giat da França. Foi nomeado em homenagem ao general Philippe Leclerc de Hauteclocque, enquanto comandava a 2ª Divisão Blindada (2ème DB) francesa na Segunda Guerra Mundial.

O Leclerc encontra-se em serviço com o exército francês. E está em produção desde 1991. O primeiro Leclerc entrou em serviço em 1992, para substituir os AMX-30 como principal plataforma blindada do país.

Com a produção agora aparentemente completa, o exército francês tem um total de 406 Leclercs em seu arsenal, alguns inoperantes por falta de peças e pelo alto custo de manutenção. Já os em serviço nos Emirados Árabes Unidos, que somam um total de 388 unidades, possivelmente localizadas no emirado de Abu Dhabi parecem manter um alto grau de operacionalidade.



Outras coberturas especiais


Pacífico

Pacífico

Última atualização 22 AGO, 11:40

MAIS LIDAS

Tank